Votorantim Cimentos
Mapa da Obra - E-book

Confira o que faz o especialista em impressão 3D em obras

Baixe o e-book e descubra as funções desse profissional em uma obra!

Publicado em 28/08/2019Laje nervurada: conheça os cuidados com a execução
Montagem de armadura e escoramento são alguns detalhes que precisam de atenção dobrada

Laje nervurada: conheça os cuidados com a execução

Montagem de armadura e escoramento são alguns detalhes que precisam de atenção redobrada

A laje nervurada é uma ótima solução para redução de consumo de materiais quando a obra apresenta grandes vãos – em geral, acima de 5 metros – e cargas elevadas. Além da economia de concreto, estima-se que a escolha deste tipo de sustentação utilize até 30% menos aço do que uma laje maciça comum, o que ainda faz da laje nervurada uma opção de estrutura mais leve para a construção.

Para que essas vantagens sejam observadas na prática, entretanto, é importante ter em mente as especificações corretas, assim como se atentar para a correta execução do projeto, como explica o professor Marcos Monteiro, do curso de Engenharia Civil do Instituto Mauá de Tecnologia: “Nas lajes com geometria irregular, acabam surgindo maciços de concreto de grande altura, aumentando esse consumo de concreto”.

 

Características das lajes nervuradas

O sistema de uma laje nervurada funciona basicamente como uma malha de vigas. Quanto ao modelo estrutural, as lajes nervuradas podem ser unidirecionais, com nervuras principais em apenas uma direção, ou bidirecionais, com nervuras principais nas duas direções.

Dependendo da configuração geométrica da estrutura, essas lajes podem ser apoiadas em vigas ou diretamente em pilares. Segundo Marcos, neste último caso, é necessário considerar que “a região do entorno do pilar será maciça (capitel)”.

Na fase de execução, as nervuras deste tipo de laje podem ser formadas de dois jeitos: por meio de vigotas ou painéis treliçados pré-fabricados e elementos de enchimento (isopor, blocos de concreto comum, celular ou cerâmicos) ou de cubetas.

 

Execução da laje nervurada

O primeiro passo para a execução de uma laje nervurada é a definição, em conjunto com o projetista estrutural, do tipo de laje a ser utilizada. “Os cuidados de execução são similares aos das lajes convencionais, quanto ao posicionamento das armaduras”, conta o professor.

Apesar de semelhante, Marcos chama a atenção para o fato de que a montagem das armaduras para laje nervurada tende a ser mais trabalhosa, já que exige a preparação de armaduras nas nervuras, nas capas, nos capitéis e assim por diante.

 

Conheça abaixo os principais cuidados com a execução de cada tipo de laje nervurada:

 

  • Lajes nervuradas com elementos pré-fabricados: são mais recomendadas para obras de edifícios baixos, com poucos pavimentos e vãos com até 5 metros. “Neste modelo, o sistema de formas será composto pelos escoramentos e painéis de fundo de laje”, afirma o professor.

 

  • Lajes nervuradas moldadas utilizando cubetas plásticas: são indicadas para prédios mais altos, por conta da maior resistência aos esforços horizontais. O sistema de cubetas dispensa a utilização dos painéis de fundo de laje, sendo essas cubetas apoiadas sobre a estrutura de escoramento. Mas, de acordo com o professor, como se tratam de grandes vãos, este sistema de escoramento deve ser estudado cuidadosamente, em especial quanto aos critérios de desforma parcial e total.

 

Além destes cuidados, o professor alerta que a inexistência dos painéis de fundo de laje deixa o sistema de formas menos rígido. Deste modo, é importante observar os critérios de travamento das escoras e, durante a concretagem, manter um pessoal na face inferior da laje para observar eventuais deformações inadequadas.

 

Em ambos os casos, Marcos aponta uma etapa fundamental também na execução de lajes nervuradas: “Como nas lajes convencionais, deve-se atentar para o processo de cura”.

 

Já comparou as vantagens e diferenças entre a laje nervurada e laje de EPS? Então acesse:

https://www.mapadaobra.com.br/capacitacao/lajes-nervurada-eps/

rede/

 

 

Compartilhe esta matéria

Conheça o novo tipo de carreira na construção: especialista em impressão 3D em obra!

Descubra quais qualificações são exigidas desse profissional.

Mapa da Obra - E-book
X