Votorantim Cimentos

Você busca conteúdos exclusivos sobre o mercado da construção civil?

Inscreva-se grátis e receba nossa newsletter.

Publicado em 18/01/2018A exposição a agentes nocivos pode afetar a durabilidade do concreto em obras de infraestrutura
A má preparação do concreto também afeta a sua durabilidadeCréditos: Shutterstock

A exposição a agentes nocivos pode afetar a durabilidade do concreto em obras de infraestrutura

O nível de agressividade está atrelado ao ambiente em que a estrutura está localizada

Vibrações, calor, frio, umidade, eletricidade, pressões anormais, radiações ionizantes e radiações não ionizantes são considerados agentes nocivos que acarretam danos à saúde ou à integridade física de quem trabalha em ambientes com alta exposição a esses fatores, porém, alguns desses agentes também podem prejudicar a durabilidade de determinados materiais de construção em obras de infraestrutura, como o concreto, por exemplo. Outros fatores que também prejudicam a durabilidade do concreto, além dos impactos ambientais, são os que acontecem em determinadas fases do projeto, como produção, caracterização, preparação, execução e manutenção da matéria prima.

 

Nível de agressividade

O local onde edificação será construída será determinante para o nível de agressividade que essa construção irá sofrer e influirá, diretamente, nas especificações e proteções que servirão de alcance para obter a durabilidade do concreto que é pretendida.

As estruturas de concreto devem ser projetadas e construídas de modo que sob as condições ambientais previstas na época do projeto e quando utilizadas conforme preconizado em projeto conservem suas segurança, estabilidade e aptidão em serviço durante o período correspondente à sua vida útil. (ABNT, 2014)

 

Classe de agressividade ambiental: NBR 6118

A norma NBR 6118, da ABNT, apresenta, através  de uma tabela, a classificação de agressividade ambiental.

Tabela da Classificação de agressividade ambiental

Conforme a tabela, é possível verificar que uma área rural ou submersa terá risco de deterioração insignificante, mas, em contrapartida, se a edificação estiver em um ambiente litorâneo e receber respingos do mar, o risco passará a ser elevado.

A qualidade do concreto, seja no estado fresco ou endurecido, é fortemente impactada pelas condições ambientais, em especial a temperatura, a umidade relativa do ar e a velocidade do vento. A falta de controle dessas variáveis pode ser a causa de uma série de problemas.

 

Durabilidade do concreto e agentes agressivos

Toda e qualquer estrutura de concreto, em qualquer ambiente, está propensa à deterioração. Porém, quanto mais forte a agressividade do meio, mais rápido e mais intenso pode ser esse processo. Segundo a norma de desempenho ABNT NBR 15575, a Vida Útil do Projeto (VUP) mínima para estruturas de concreto deve ser igual ou superior a 50 anos.

  • Um dos fatores mais agressivo ao concreto, na natureza, é a variação e respingos de maré.
  • Quanto às substâncias industriais, os ácidos se destacam como os mais agressivos.
  • Ações e reações internas entre a pasta de cimento e alguns agregados reativos também promovem a deterioração. É possível observar através das manifestações patológicas, como manchas de corrosão (óxidos ou ferrugem), fissuras, eflorescências (manchas brancas) e destacamentos superficiais.
  • Os cloretos, presentes na brisa e na água marinha, penetram nos poros do concreto e despassivam as armaduras propiciando a corrosão. Outros agentes que agridem as armaduras, são: oxigênio e dióxido de carbono.

Ao realizar esse estudo e escolher concretos específicos para o seu projeto, com elevada resistência química e física, é possível evitar dores de cabeça com problemas futuros nas obras de infraestrutura. Conheça o portfólio da Engemix, negócio de concreto da Votorantim Cimentos, aqui.

O concreto submerso é a solução para obras que precisam ser executadas parcial ou totalmente debaixo d’água, como pontes, barragens ou outras estruturas.Botão Site

 

Compartilhe esta matéria

Quer receber notícias e dicas sobre construção civil?

Inscreva-se grátis e
receba nossa newsletter.

X