Votorantim Cimentos
Publicado em 19/08/2014Saiba quais cuidados o cimento branco exige

Saiba quais cuidados o cimento branco exige

Cimento branco em estruturas de concreto requer cuidado dobrado com limpeza das fôrmas; conheça

O cimento branco pode ser uma alternativa interessante para estruturas de concreto ou revestimentos de cimento queimado, que ficam com cores mais claras. No entanto, quem está acostumado a trabalhar com o cimento convencional, ou cinza, poderá enfrentar algumas dificuldades ao trocar esse ingrediente principal da mistura.

Claudio Oliveira, diretor de inovação e sustentabilidade da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) afirma que é importante manter a uniformidade e a dosagem exata dos materiais adicionados à mistura, do início ao final da obra: “Agregados também influenciam na cor final do concreto”, explica.

A ideia é produzir sempre misturas de tonalidade, consistência e resistência idênticas, cada vez que for necessário preparar mais uma leva de massa. Marcio Matsumoto, coordenador técnico de autoconstrução da Votorantim Cimentos, alerta para a influência da areia. “No caso do concreto, ela pesa mais na definição da cor final. O ideal é que seja bem clarinha”, recomenda.

Execução cuidadosa

Matsumoto relembra também que é muito raro ver concreto branco virado em obra. Muito mais recomendável é comprar direto com as cimenteiras, porque o controle dos ingredientes dosados é maior. A precisão da quantidade de cada material – que só pode ser obtida em laboratórios – proporciona melhor qualidade final ao concreto estrutural branco. No caso de pisos de cimento queimado branco, o efeito estético manchado será até desejável.

Não vai ser necessário, portanto, dosar com tanta precisão a quantidade de cimento branco.
Para a execução de estruturas, Oliveira recomenda tomar cuidado especial com as fôrmas, evitando vazamentos e, consequentemente, o surgimento das “bicheiras” (vazios de concretagem).

É muito complicado obter a mesma coloração, caso seja necessário fazer outra mistura para algum remendo estrutural posterior. Além disso, as “bicheiras” comprometem o desempenho geral da estrutura, que poderá não suportar o limite de cargas para o qual foi calculada.

Ao aplicar o desmoldante, atente para que o material esteja espalhado uniformemente e aderido por toda a fôrma. Fôrmas devem estar sempre muito limpas antes da aplicação do desmoldante e do lançamento do concreto.

Foto: Fábio Del Rei

Paredes diafragma são indicadas para áreas de fácil escavação e fundações profundas. Saiba como construí-las. 

Botão Site

 

Compartilhe esta matéria

Mais lidas

Veja também

X