Votorantim Cimentos
Mapa da Obra - E-book

Armazenamento de materiais no canteiro: como organizar

Confira as dicas para estocar os materiais de forma correta e evitar danos e perdas de produtos em canteiro de obras

Publicado em 27/08/2018Arquiteto e designer de interiores: Como cada profissional atua na sua obra
Trabalhos do arquiteto e do designer de interiores são realizados em etapas diferentes da obraCréditos: Shutterstock

Arquiteto e designer de interiores: Como cada profissional atua na sua obra

Integração entre os trabalhos dos dois profissionais é fundamental para garantir o bom resultado da construção

Ao começar uma construção é comum se deparar com dúvidas como quais profissionais devem ser contratados para atuar em sua obra. São muitas as necessidades e conhecer a diferença entre os serviços é fundamental para fazer a contratação do profissional e desenhar o escopo de suas atividades de forma correta. Arquiteto e designer de interiores, comumente, geram dúvidas sobre suas responsabilidades em uma obra, porém, é importante compreender que cada um deles deve ser envolvido no projeto em um momento diferente.

O arquiteto é responsável, por exemplo, pelo projeto técnico do empreendimento. Ou seja, dentro do seu escopo está a realização da planta baixa, dos cortes, da fachada e de tudo que uma obra precisa para começar a ser edificada.

“Funciona como se o arquiteto soltasse a planta técnica que envolve toda a parte específica mais construtiva da obra e o designer de interiores entrasse em um segundo momento, fazendo a ambientação final do espaço, definindo acabamento, cores, texturas, iluminação, forro de gesso e por aí vai”, explica Bruno Veras, arquiteto da Loft Construtora.

Não é responsabilidade do designer de interiores e não está incluso em suas atividades fazer o projeto técnico de uma edificação, por exemplo, porque a legislação não permite. “Se ele se gabaritar para isso, realizar um curso técnico, não só ele como qualquer outra pessoa poderia, mas a rigor, as duas profissões tem essa diferença fundamental”, complementa Veras.

 

Integração

O arquiteto tem gabarito técnico tanto para desempenhar a sua função quanto para finalizar a obra e realizar as atividades do designer de interiores, de acordo com Bruno Veras. Porém, caso o cliente opte por contratar um arquiteto e depois contratar um designer de interiores, essa passagem de atividades do arquiteto para o designer é a hora em que eles devem se encontrar para trocar informações sobre o projeto, sobre o cliente e sobre o briefing geral da casa. Logo, nesse momento, é onde acontece essa integração entre esses dois profissionais.

Além disso, do ponto de vista da construtora, é importante realizar a contratação desses profissionais de forma transparente para evitar erros e desavenças durante o processo. “Quanto mais profissionais a construtora tem na construção, maior a chance de ocorrerem divergências e desentendimentos até de escopo. Até mesmo de um profissional justificar que fez um serviço de uma forma para consertar o serviço do outro”, alerta o arquiteto da Loft Construtora.

Outro aspecto importante após essa contratação envolve quais informações que devem ser transmitidas do arquiteto para o designer de interiores. É importante que o designer de interiores, ao começar a atuar na obra, tenha acesso ao projeto arquitetônico para verificar questões, como, instalações elétricas e hidráulicas. Essas plantas técnicas vão determinar a viabilidade das sugestões que o designer de interiores pode fazer.

Canteiro de obras: saiba quais os cuidados necessários quando o assunto é instalação elétrica

Botão Site

 

Compartilhe esta matéria

Dicas para armazenamento de materiais

Baixe o e-book grátis e descubra como os materiais e produtos devem ser armazenados em canteiro

Mapa da Obra - E-book
X