Votorantim Cimentos
Mapa da Obra - E-book

Baixe o e-book e descubra como realizar o melhor atendimento

Confira dicas imprescindíveis!

Publicado por Carla Rocha em 24/01/2020Materiais de construção: como vender pelo WhatsApp
Antes de começar a vender por meio do WhatsApp na loja de materiais de construção, é fundamental preparar sua equipe.Créditos: Shutterstock

Materiais de construção: como vender pelo WhatsApp

São muitas as possibilidades com o uso da plataforma como ferramenta de vendas

Por Carla Rocha

 

Diversos segmentos já estão otimizando sua forma de vender ao utilizar a tecnologia. Uma delas, que pode ser inserida de maneira fácil pelas lojas de materiais de construção, é a ferramenta WhatsApp. As empresas que já iniciaram o atendimento ao cliente por meio da plataforma, geralmente, possuem um número corporativo para se comunicar com seus clientes ou realizar vendas.

Com o aumento do uso das redes sociais, inevitavelmente, os lojistas de materiais de construção precisam se adaptar e estar onde os consumidores/clientes da loja estão. São muitas as possibilidades com o uso da plataforma como ferramenta de vendas e a comunicação entre lojistas, vendedores e consumidores da loja de material de construção, que tende a beneficiar todos os envolvidos.

De acordo com Eduardo Terra, Presidente da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), a chegada dessas novas tecnologias como a internet e o uso de smartphones, entre outras ferramentas, tem mudado a forma como as pessoas compram. No varejo de materiais de construção esse impacto é bem menor hoje, mas essas mudanças já começam a ser percebidas pelo mercado, o que acaba transformando a maneira de se comunicar, a forma de pesquisar, e também, como comprar. “É uma ferramenta de enorme potencial porque está no gosto do cliente, então, é preciso tomar muito cuidado e buscar junto ao provedor – que é o Facebook – as melhores práticas e formas de utilização”, destaca.

Para ele, a principal barreira está em dois aspectos: primeiro na escolha errada da tecnologia, pois a tecnologia serve para ou melhorar a experiência do consumidor ou melhorar o custo da operação e, muitas vezes, ela é escolhida de forma equivocada e não serve para resolver o problema de fato – destruindo a expectativa do lojista.

Como vender pelo WhastApp na prática

Na Rocha Materiais de Construção, que fica localizada em Presidente Getúlio, Santa Catarina, o atendimento via WhatsApp teve início entre o final de 2015 e o começo de 2016, e a loja, desde então, sente os resultados positivos. Deivid Anselmo Leandro, que é sócio e gerente comercial da loja, destaca que assim como toda empresa, foi necessário adequar e acompanhar as mudanças nos hábitos de compra dos clientes, por isto que decidiram abrir mais este meio de comunicação com o consumidor.

O gerente afirma que as vendas aumentaram desde que foi implementada a ferramenta na loja. “Os clientes querem cada vez mais um atendimento ágil e assertivo. O WhatsApp aproxima os clientes das empresas e traz muitos benefícios para as equipes comerciais”, destaca. Porém, ainda de acordo com ele, o atendimento via a rede social apresenta algumas dificuldades, uma delas é adequar este processo a legislação trabalhista brasileira, que é antiga.

Outra dificuldade apontada por Deivid é conseguir equilibrar as atenções dos vendedores durante o dia a dia. “É comum eles atenderem clientes diretamente no balcão e clientes pela ferramenta em paralelo. Isto pode trazer prejuízos para a percepção de qualidade no atendimento e na experiência de compra dos consumidores”, complementa.

Confira algumas dicas para implementar o processo em sua loja e ter sucesso com as vendas pelo WhatsApp:

– Atenda de forma profissional, escreva de forma correta e de forma amigável;

– Evite gírias e abreviações infantis;

– Fique atento, acompanhe seu WhatsApp a todo o momento e não deixe o cliente esperando;

– Use o WhatsApp como uma ferramenta para atrair clientes para sua loja;

– Não seja inconveniente e abusivo;

– Converse de “pessoa para pessoa” e não de forma fria e distante.

 

Como funciona o processo?

Deivid, que também é consultor e palestrante do Senac-SC e possui MBA em Gestão Empresarial e Planejamento de Marketing, conta que a prática realizada na loja é ter alguns números de WhatsApp que são da própria organização, onde são atendidos clientes com demandas comerciais e também administrativas (fechamento de conta, consulta de débitos  etc). Nestes números os clientes podem se comunicar direto com os setores que interessam a eles, o que torna a comunicação mais fluída e assertiva. “Além disto, temos um número que é divulgado em todos os materiais publicitários, que é um contato direto da loja que eu monitoro e direciono as demandas”, destaca. Para completar, eles têm os números de contato direto dos vendedores, que atendem diariamente. A principal dele dica é: Seja profissional.

Já para o presidente da SBVC, antes de começar as vendas por meio do whatsapp na loja de materiais de construção é fundamental atentar-se as legislações. Também é preciso conferir os horários de atendimento e as legislações do Código de Defesa do Consumidor, porque a ferramenta ainda é muito nova no meio empresarial, mas é muito utilizada por pessoas físicas, então, é preciso tomar cuidado para que não haja frustrações por parte do cliente.

 

Alguns processos de marketing utilizados no ambiente online também podem ser muito úteis na loja física. Quer saber mais? Acesse: https://www.mapadaobra.com.br/gestao/otimizar-resultados/

 

 

Compartilhe esta matéria

Como vender mais materiais de construção?

Siga as dicas deste guia!

Mapa da Obra - E-book
X