Votorantim Cimentos
Mapa da Obra - E-book

Baixe o e-book e receba a quinta edição da série Etapa de Obra

Saiba mais sobre revestimentos!

Publicado em 29/08/2019Textura, pedras ou vidro: qual o melhor tipo de fachada para sua obra?
Os principais tipos de fachada e quando eles são mais indicados para um projeto residencial, comercial ou industrialCréditos: Shutterstock

Textura, pedras ou vidro: qual o melhor tipo de fachada para sua obra?

Confira quais são os principais tipos de fachada e quando eles são mais indicados para um projeto residencial, comercial ou industrial

A escolha da fachada de um empreendimento é determinada pelo arquiteto responsável pelo projeto. Nesta etapa de conceito do acabamento são levadas em consideração diversas variáveis, como a finalidade de uso do prédio, o padrão da obra, o porte da construção, as características climáticas da região, os custos dos materiais, entre outros aspectos.

Segundo o professor Marcos Monteiro, do curso de Engenharia Civil do Instituto Mauá de Tecnologia, no entanto, existem elementos que estabelecem a necessidade de uma análise também na fase de execução da fachada. “Hoje, os fatores relacionados a custos, produtividade na execução e custo de manutenção são os mais considerados pelas construtoras na escolha do processo executivo de uma fachada”, afirma.

Para auxiliar os engenheiros na tarefa de executar o projeto, existem profissionais especializados em fachadas, que orientam as construtoras a como obter o melhor resultado final para cada tipo de especificação e elaboram estratégias para redução de patologias e diminuição dos custos de manutenção.

 

Tipos de fachada

De acordo com Marcos, as bases para instalação dos revestimentos podem ser as alvenarias externas de vedação (blocos de concreto ou cerâmicos), painéis pré-moldados ou estruturas auxiliares (metálicas ou alumínio). “Sobre essas estruturas são aplicados os revestimentos finais, que podem ser argamassas com pintura, textura ou materiais cerâmicos, ou revestimentos obtidos a partir de rochas naturais”, explica.

Em obras industriais, ainda é comum a utilização de placas pré-moldadas ou fechamento com telhas galvanizadas. Já no caso de edifícios comerciais de alto padrão, a fachada de vidro também é muito utilizada.

 

Características de cada fachada

Além de ter em conta se o empreendimento é um projeto residencial, comercial ou industrial, é fundamental que a escolha da fachada atenda a uma série de necessidades específicas de cada construção.

Confira a seguir quais os principais tipos de fachada e em quais casos eles são mais indicados:

 

  • Fachadas em texturas: são as mais comuns e que possuem menor custo. São eficientes com relação à proteção térmica dos ambientes externos. Em geral, o revestimento final é a pintura, o que demanda uma maior manutenção. Em geral, é a opção escolhida para empreendimentos residenciais de baixo padrão;

 

  • Fachadas em pedras naturais ou cerâmicas: possuem maior custo, mas conduzem a uma boa proteção térmica dos ambientes. Quando bem executadas, têm menor custo de manutenção. É um tipo de fachada mais indicada para construções de alto padrão;

 

  • Fachadas em vidro: têm resultado estético diferenciado. Por outro lado, devem ser usadas com muito cuidado em função da sua baixa proteção com relação à transmissão de temperatura para os ambientes internos. É bastante utilizada em prédios comerciais.

 

A fachada com revestimento é a melhor opção para o seu projeto? Conheça as principais dicas de conservação: https://www.mapadaobra.com.br/negocios/revestimento-de-fachadas-4-dicas-de-conservacao/

 

 

Jornalistas da matéria:
Compartilhe esta matéria

Etapa de Obra - Revestimentos

Confira quais materiais seu cliente precisa nessa etapa!

Mapa da Obra - E-book
X