Votorantim Cimentos
Mapa da Obra - E-book

Construtoras blindadas: estratégicas para enfrentar a crise no mercado imobiliário

Baixe grátis o infográfico e confira!

Publicado em 14/08/2017Metas de sustentabilidade: Votorantim Cimentos estabelece suas metas ambientais até 2020

Metas de sustentabilidade: Votorantim Cimentos estabelece suas metas ambientais até 2020

Votorantim Cimentos estabeleceu metas de sustentabilidade para 2020 que têm como finalidade reduzir o impacto sobre o meio ambiente

Até 2020, a Votorantim Cimentos tem como meta de sustentabilidade reduzir suas emissões de CO² em 25%, atingindo níveis equivalentes aos registrados no ano de 1990, conforme explica Patrícia Monteiro Montenegro, Gerente Global de Meio Ambiente da empresa.

A empresa acredita que sustentabilidade é conciliar metas internas de crescimento com as necessidades atuais e futuras da sociedade, buscando oferecer materiais de construção ecoeficientes e inovadores, para manter o conceito sustentável.

As ações para desenvolver a sustentabilidade estão sempre em consonância a preceitos éticos e à legislação, promovendo um inspirador ambiente de trabalho, com saúde e segurança para seus profissionais, além de promover o desenvolvimento das comunidades locais.

Para atingir tais objetivos, a empresa estabeleceu metas em diversas áreas, com quatro diretrizes estratégicas: Segurança, Ética e Compliance, Ecoeficiência e Inovação e Engajamento com as Comunidades.

A estratégia de sustentabilidade da Votorantim Cimentos leva em consideração que, em 2050, a população mundial atingirá a marca de 9 bilhões de pessoas, com 70% delas vivendo em cidades. Ou seja, uma vasta oportunidade para o setor de materiais de construção.

 

Sustentabilidade na prática

Para demonstrar o comprometimento da empresa com as metas assumidas, o documento Our Sustainability Commitments for 2020 traz duas práticas de sucesso:

  1. A primeira é da CBM Agregados, divisão da St. Marys Cement, subsidiária da Votorantim Cimentos na América do Norte. O desafio era reabilitar o terreno de uma antiga mina da empresa, afetado pelas atividades de exploração de calcário. Em parceria com produtores rurais locais, a CBM estabeleceu a meta de devolver não apenas a capacidade de produzir alimentos, mas também de alcançar uma qualidade de solo superior a de áreas adjacentes. Os trabalhos de reabilitação do terreno de 937,13 m² começaram em 2012. Os primeiros dois anos foram dedicados a comparações entre diferentes métodos de fertilização, semeadura e plantio;
  2. A segunda iniciativa mencionada no documento diz respeito à imposição de redução do consumo de águas subterrâneas pelo governo turco, onde a Votorantim Cimentos acaba de inaugurar mais uma fábrica. Para cumprir com as novas demandas do país, foi necessário coletar água de chuva nas unidades das cidades de Yozgat, Çorum e Sivas.

Essas plantas passaram a contar com dutos para captação da água, que é conduzida a tanques de concreto com capacidade para armazenar até 24 horas ininterruptas de chuva. Essa  água é utilizada para reduzir a poeira gerada no processo.

Com o novo sistema, são captados 21 mil m³ a menos de águas subterrâneas – ou 28,5% da quantidade necessária para essa finalidade, nas três fábricas. Em paralelo, a empresa na Turquia reduziu custos com descarte de água de chuva no esgoto, minimizando o risco de enchentes no local e evitando sobretaxas.

 

Medidas reais de sustentabilidade

Outras seis medidas têm metas de redução do consumo de água:

  1. Medição e monitoramento: identificar limites operacionais, locais de captação e processos com maior consumo do bem. A unidade Rio Branco (PR), por exemplo, realiza monitoramento on line da água, por meio de hidrômetros digitais. Além disso, em sua central de armazenamento de resíduos e no galpão de coprocessamento, a água da chuva é captada e reaproveitada para limpeza, descarga de banheiro e refrigeração.
  2. Redução do consumo: até 2020, a Votorantim Cimentos terá 100% de suas unidades com planos de gestão de recursos hídricos e medição de água, para contabilizar o total de retirada, descarte e consumo;
  3. Proteção dos recursos hídricos: áreas de nascentes e de recarga de lençóis freáticos são cruciais para o abastecimento, e serão protegidas com a preservação de matas ciliares e o controle da sua qualidade;
  4. Incentivo de boas práticas: a empresa estimula parceiros, fornecedores e compradores, a adotar medidas sustentáveis;
  5. Inovação que contribui com o meio ambiente: o concreto é o material de construção mais utilizado em todo o mundo. Com grande versatilidade, se adapta a diferentes usos e situações. Na Votorantim Cimentos, um dos exemplos de inovação é o concreto permeável. Poroso, ele permite escoar a água diretamente para o solo, contribuindo para a renovação dos reservatórios. Sua taxa de retenção é de apenas 0,5%.
  6. Parcerias por um futuro melhor: em conjunto com municípios, organizações não governamentais e a comunidade científica, é realizada a constante  busca por opções baratas de abastecimento e saneamento, com desenvolvimento de tecnologias de preservação da água. O Instituto Votorantim mantém, em parceria com o Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), o Plano Municipal Integrado de Saneamento Básico (PMISB), que dá suporte a 14 prefeituras no desenvolvimento de projetos de modernização de gestão e redução do déficit de infraestrutura.

 

Análise do Ciclo de Vida dos produtos Votorantim Cimentos

A Votorantim Cimentos desenvolve estudos para a Análise do Ciclo de Vida (ACV) de alguns dos seus produtos. Entre eles, a argamassa industrializada Matrix, que mostrou menor impacto no meio ambiente, em relação à argamassa virada em obra.

As emissões de gases de efeito estufa para a argamassa industrializada são 68% menores para o mesmo m³ aplicado em relação à argamassa virada em obra, diferença que, em termos absolutos, representa 280 kg CO² eq./m³. Além disso, o consumo de água para a argamassa industrializada é 30% menor para o mesmo m³ aplicado, diferença que representa 128 litros por m³.

A Engemix, negócio de concreto da companhia, também realizada análise de ciclo de vida como parte das ações sustentáveis realizadas pela Votorantim Cimentos, que é a primeira do setor de cimentos a obter e registrar declarações ambientais de produto no sistema internacional Environmental Product Declarations (EPD)*.

*O EPD identifica informações quantitativas de impactos ambientais associados ao produto e aos processos de desenvolvimento, desde a extração da matéria-prima, transporte e fabricação. Com isso, é possível identificar melhorias para obter redução de energia, de custos e, principalmente, de resíduos.

A Votorantim Cimentos assumiu o compromisso de desenvolver a sustentabilidade, com a preocupação que a qualidade de vida da população não seja tão prejudicada em decorrência dos impactos no meio ambiente.

 

Conheça mais sobre a nova linha de concretos especiais da Engemix: Gigamix, Pisomix, Adensamix e Cristalmix.

Botão Site

 

Compartilhe esta matéria

Novo infográfico

Construtoras revelam
como superar a crise
no mercado imobiliário

Mapa da Obra - E-book
X