TESTE
Publicado por Votorantim Cimentos em 23/01/2023Por que a engenharia climática é tão importante?
De acordo com estudo realizado pelo IPCC, o aquecimento global deverá atingir 1,5 °C entre 2030 e 2052Créditos: istock

Por que a engenharia climática é tão importante?

O engenheiro climático é importante durante a fase do projeto para detalhar peculiaridades do solo e definir as melhores ações em determinada fase do ano.

Entre as profissões do futuro está a engenharia climática, que é responsável por criar projetos viáveis, funcionais e com o mínimo de impacto ambiental possível para as futuras gerações. A previsão é que até 2030 a maioria dos canteiros de obras já esteja digitalizada e demande especialistas em áreas como inteligência artificial, impressão 3D, robótica, geoengenharia, e as construções do futuro exigirão profissionais capacitados nessas áreas. 

Como a influência do clima tem forte impacto nas obras, o engenheiro climático é extremamente importante durante a fase do projeto, tanto para detalhar peculiaridades do solo quanto para definir as melhores ações em determinada fase do ano, devido ao grande período de chuvas.

Veja a importância da engenharia climática.

De acordo com estudo realizado pelo IPCC, o aquecimento global deverá atingir 1,5 °C entre 2030 e 2052, se a taxa atual continuar a aumentar. A pesquisa do instituto fala sobre os danos e impactos do aquecimento global em 1,5 ºC acima dos níveis pré-industriais e das vias globais de emissão de gases estufa, no contexto do fortalecimento das defesas contra a ameaça da mudança climática no planeta e do desenvolvimento sustentável. 

A engenharia climática ou geoengenharia possui um papel fundamental nesse processo. Os projetos ainda estão em fase teórica, e a geoengenharia é dividida em dois conjuntos de técnicas que proporcionam o controle do clima em grande escala.

Solar Radiation Management (SRM): são técnicas para reflexão de raios solares utilizando ferramentas como espelhos gigantes e finos no espaço para refleti-los, entre outros.

Carbon Dioxide Removal (CDR): também um conjunto de técnicas que visa a remoção do CO2 na atmosfera através de fertilização de algas e plantas marinhas ou construção de árvores artificiais para essa finalidade.

Atualmente, não existe uma formação específica para tal profissional, por isso, os estudantes formados em engenharia civil que acabam se interessando por temas ligados ao meio ambiente estão se aperfeiçoando para atender à demanda crescente por profissionais especializados em alterações climáticas e como isso influencia no dia a dia de uma obra ou empreendimento, por exemplo.

Conheça a bioengenharia: https://www.mapadaobra.com.br/inovacao/bioengenharia-entenda-como-a-saude-se-destaca-na-construcao-civil/

Compartilhe esta matéria
23041

Mais lidas

Veja também

X