Votorantim Cimentos
Mapa da Obra - E-book

Você busca conteúdos exclusivos sobre o mercado da construção civil?

Inscreva-se grátis e receba nossa newsletter.

Publicado por Carla Rocha em 25/05/2020Pré-fabricados e pré-moldados de concreto: entenda tudo sobre eles
A execução de peças pré-moldadas ou pré-fabricadas envolve cuidados adicionais, quando comparadas a uma estrutura de concreto moldado “in loco”.Créditos: Shutterstock

Pré-fabricados e pré-moldados de concreto: entenda tudo sobre eles

Execução deve ser feita por mão de obra especializada e seguir o controle de qualidade

Os elementos pré-moldados de concreto ou pré-fabricados são utilizados com grande sucesso em obras comerciais, industriais ou obras de arte, onde se deseja grande velocidade de execução e que, preferencialmente, tenha um alto grau de modulação e de repetição dos elementos estruturais. Mesmo ainda em número reduzido, as obras residenciais também podem receber esses elementos caso o estudo de viabilidade técnica e econômica seja positiva.

Estruturas pré-moldadas ou pré-fabricadas são aquelas produzidas fora do seu local de aplicação, sendo transportadas e aplicadas na estrutura. A diferença principal é que os elementos pré-moldados de concreto, em geral, são produzidos no próprio canteiro de obra, enquanto as estruturas pré-fabricadas são produzidas de forma industrializada, em fábricas destinadas para esse fim.

De acordo com o Professor de Engenharia Civil do Instituto Mauá de Tecnologia, Marcos Monteiro, a escolha entre o pré-moldado ou o pré-fabricado, em geral, se dá em função da logística de fornecimento. “A opção pelo pré-moldado deve ser estudada quando não existem indústrias que forneçam o material na região do canteiro. Nesses casos, os altos custos de transporte podem tornar mais interessante a implantação de um canteiro de pré-moldados próximo ao local da obra”, ressalta.

 

Pré-moldados de concreto: Dicas de execução e manutenção

A execução de elementos pré-moldados de concreto ou pré-fabricados envolve cuidados adicionais quando comparadas a uma estrutura de concreto moldado “in loco”:

 

Precisão dimensional: como as peças serão montadas posteriormente, sua regularidade dimensional é mais rígida. Por isso, em geral, são utilizadas formas metálicas em sua fabricação.

Processo de cura: os procedimentos de cura do concreto são acelerados para permitir a liberação da forma metálica. Em geral, nas indústrias, é utilizada a cura a vapor ou a cura química.

Transporte das peças: as peças pré-moldadas ou pré-fabricadas devem ser dimensionadas prevendo a sua manipulação e transporte através de alças, que devem ser posicionadas na peça conforme especificações de projeto.

Montagem da estrutura: toda logística de montagem deve ser estudada cuidadosamente, impedindo que peças já posicionadas não atrapalhem a colocação de peças posteriores, e de modo a manter a estabilidade da estrutura antes de sua solidarização.

Manutenção das peças: com relação à manutenção, o grande cuidado deve ser direcionado para as ligações e, em especial, aos aparelhos de apoio, que devem ser rotineiramente inspecionados.

 

Ainda segundo o docente, os controles das estruturas pré-fabricadas são mais rígidos, indo desde o recebimento das matérias primas, passando pela produção das peças por mão de obra especializada e tendo controle de qualidade efetuado em laboratório da própria empresa. “A norma que traz os requisitos para esse tipo de estrutura é a NBR 9062 – Projeto e Execução de Estruturas de Concreto Pré-Moldado”, destaca.

Além disso, o concreto utilizado na produção de elementos estruturais pré-fabricados deve seguir às especificações da ABNT NBR 12.655, bem como ter um desvio-padrão (SD) máximo de 3,5 MPa, a ser considerado na determinação da resistência à compressão de dosagem (fcj), exceto para peças com abatimento nulo (abatimento zero). Para obter o melhor pré-fabricado, portanto, é preciso obter o melhor concreto, o que só é possível ao utilizar um cimento de qualidade e confiança.

 

Entenda como o sistema de construção industrializada ainda reduz desperdício de materiais no canteiro: https://www.mapadaobra.com.br/papoconstrutivo/pre-fabricados/

 

 

Compartilhe esta matéria

Obtenha 5 normas comentadas

NBR 6118, NBR 5738 e muito mais!

Mapa da Obra - E-book
X