Votorantim Cimentos
Publicado em 09/12/2016Concreto compactado a rolo é indicado para grandes obras
Nos trabalhos de pavimentação, o concreto compactado a rolo é solução que apresenta boa durabilidade e resistência às erosõesCréditos: Vadim Ratnikov / shutterstock.com

Concreto compactado a rolo é indicado para grandes obras

Com alta resistência à compressão, maior velocidade de execução e custo mais baixo quando comparado ao concreto convencional, solução reduz risco de fissuras

Indicado para a execução de obras de pavimentação e barragens, o concreto compactado a rolo (CCR) também é conhecido como concreto rolado. Este material é preparado com dosagens específicas de cimento, que pode ser de qualquer tipo; brita e areia, em grãos que não devem ser maiores do que 38 mm; e água, em quantidades que tornem a mistura úmida para que não cole nos rolos compressores. Em determinadas situações, é recomendável o acréscimo de aditivos, como os retardadores de pega. Por sua baixa fluidez (zero slump), o CCR é ideal para obras de terra e enrocamento, que necessitam de grandes volumes de concreto e dispensam elevados índices de resistência à tração e à flexão.

Assim como os concretos convencionais, o rolado pode ser misturado dentro de betoneiras. A aplicação começa com o lançamento da mistura, que é feito de maneira manual (com os espalhadores de concreto), ou mecânica – com motoniveladora ou pá carregadeira. Na sequência, são usados os rolos compressores ou as vibroacabadoras para garantir o adensamento do material.

Uma das principais características do CCR é sua consistência seca, que permite o lançamento de uma próxima camada de concreto logo após a anterior ter sido finalizada. Com isso, a velocidade de execução da obra aumenta, e o resultado pode ser um pavimento de menor espessura.

Especificação

Nos trabalhos de pavimentação, o concreto compactado a rolo é solução que apresenta boa durabilidade e resistência às erosões. Sua aplicação é feita diretamente sobre o solo, que já deve ter passado pelo processo de terraplenagem. O CCR pode ser usado tanto como o próprio piso da via, sem nenhum outro material, quanto como sub-base que posteriormente receberá o revestimento final, como os pavimentos rígidos ou asfaltos.

Já nas barragens, a especificação do material decorre, principalmente, do fato de o seu custo ser menor quando comparado ao concreto convencional, pois consome menos cimento e não necessita de fôrmas. Apresenta, ainda, maior velocidade de execução e alta resistência às compressões. Além disso, a aplicação em camadas colabora para reduzir o risco de surgimento de manifestações patológicas como as fissuras.

Normas técnicas

O CCR conta com norma técnica específica, a ABNT NBR 16312 – Concreto compactado com rolo. O documento está dividido em três partes, sendo que a primeira aborda os termos relativos à solução; a segunda detalha os procedimentos de preparação do concreto rolado em laboratório para análise antes da aplicação na obra; e a última traz informações sobre os ensaios laboratoriais para o uso do CCR em barragens.

Existe, ainda, a norma DNIT 056/2013 – Pavimento rígido – Sub-base de concreto de cimento Portland compactado com rolo – Especificação de serviço –, que regulamenta as intervenções em rodovias.

Compartilhe esta matéria

Mais lidas

Veja também