Votorantim Cimentos
Publicado em 02/12/2014Propriedades da cal desmistificadas

Propriedades da cal desmistificadas

Propriedades técnicas da cal ainda são pouco conhecidas; confira no tira-teima

A cal, assim como o cimento, também vem da rocha de calcário. Mas são produtos fabricados por processos diferentes, e têm finalidades distintas de aplicação. Todo mundo sabe para quê serve o cimento, mas as propriedades da cal não são tão conhecidas assim. Para evitar o uso incorreto deste material, o coordenador técnico da Votorantim Cimentos Marcio Matsumoto desmente alguns “mitos” sobre seu emprego na construção civil.

Cal é tudo igual
Errado. Com a queima e a moagem da rocha calcária é obtida a cal virgem – um dos quatro tipos de cales encontrados no mercado. A partir do momento em que é adicionada água, ela se torna cal hidratada. E há três níveis de hidratação diferentes para a cal, que origina três produtos: CHI, CHII e CHIII. A diferença entre elas, explica Matsumoto, é o quanto de água cada uma delas retém: as duas primeiras retém mais água; a última retém menos.

Para usar cal, basta colocar na mistura
Errado. A cal virgem, a CHI e a CHII têm que passar por processos de hidratação antes do uso. Na obra, isso se chama “curtir a massa”: misture cal, areia e água, e deixe descansar de um dia para o outro. No dia seguinte, adicione cimento e, se preciso, mais água. Como a cal retém água, se não a deixarmos curtir, ela irá se expandir na parede – o produto endurece na presença de ar.
Já a Cal Itaú CH-III, da Votorantim Cimentos, não precisa descansar de um dia para o outro. A aplicação para reboco ou assentamento de blocos pode ser feita imediatamente após a sua mistura com cimento, cal e areia.

Cal não tem utilidade
Na massa de cimento, a cal funciona como retentor de água. Vai soltando-a lentamente para o cimento, que precisa da água para reagir e endurecer. Por outro lado, a cal também combate o mofo ou bolor. Quando misturada na argamassa, aumenta sua resistência, evitando fissuras. Como é hidratada e fina, facilita o processo de mistura, fazendo uma argamassa de assentamento mais macia e de maior aderência. Reduz o consumo de cimento nas misturas – se não colocar cal, tem que usar mais cimento, que é mais caro que a cal e a areia. Só não pode mesmo ser usada no concreto, pois poderá corroer as armaduras.

Cal não pode ser misturada a aditivos
Aditivos líquidos não substituem a cal. Eles são incorporadores de ar; formam microbolhas que deixam a massa mais macia e podem ser usados com a cal. É o projetista quem especifica qual aditivo será adicionado e para quais finalidades.

Técnica muito antiga, a caiação é uma boa opção para uma aparência rústica

Botão Site

Compartilhe esta matéria

Mais lidas

Veja também

X