Publicado em 13/05/2014Projeto luminotécnico

Projeto luminotécnico

Escolher lâmpadas e luminárias é mais que uma opção estética, e depende de projeto especializado

Antes de comprar lâmpadas e luminárias nos momentos finais da obra, o mais indicado é providenciar um projeto luminotécnico: estudo que determina técnicas de iluminação para cada ambiente da casa, garantindo níveis de iluminação adequados às diferentes atividades de seus moradores. A contratação deste tipo de projeto em obras residenciais no Brasil, no entanto, ainda é muito limitada.

“É comum que arquitetos de obra ou lojas especializadas ofereçam serviços parecidos, mas por não terem conhecimento técnico suficiente, o foco na escolha dos equipamentos acaba sendo mais estético do que funcional”, explica Fabiano Castro, arquiteto, urbanista e consultor de Eficiência Energética do Centro de Tecnologia de Edificações (CTE).

Primeiro, o projetista avalia a disponibilidade de luz natural nos espaços, a partir da posição e dimensionamento de janelas, e níveis de incidência direta de sol.

Hábitos de uso dos moradores também precisam ser investigados, para saber como, quando e em que situações os ambientes da casa serão utilizados. Só então luminárias e tipos de lâmpadas podem ser especificados. “O projeto luminotécnico é complexo; deve ter a cara de cada cliente, contemplando todas as funcionalidades que ele deseja ter em casa”, afirma.

Com a transformação automatizada de barras e rolos de vergalhões, obras ganham em produtividade e redução de custos.

Botão Site

Compartilhe esta matéria

Veja também

X