Publicado em 01/10/2013Pintar com cal é solução econômica

Pintar com cal é solução econômica

Para que dure mais, basta dar duas demãos de verniz acrílico sobre a pintura aplicada

A cal é uma excelente opção para quem quer pintar paredes sem gastar muito. Além de inseticida, absorve umidades e minimiza a formação de manchas e bolhas causadas por infiltrações. Por ser natural – um derivado de rocha calcária -, a cal também não agride o meio ambiente. Indicada para aplicação em casas, muros, fachadas e grandes áreas de uso comum (como garagens), o resultado da pintura com cal é satisfatório quando usada da maneira correta, e tem excelente relação custo-benefício.

“Suas preparação e aplicação são mais artesanais; já os cuidados no preparo de superfícies são os mesmos da pintura convencional: é importante tratar trincas existentes com massas apropriadas, eliminar bolores e descascamentos”, explica o instrutor de pintura Ricardo Sá, da Escola Orlando Laviero Ferraiuolo, do Serviço Nacional de Aprendizado Industrial (SENAI).

A cal para pintura pode ser colorida apenas com pigmento em pó. “Dá maior resistência à cor, contra agentes como vento e chuva; também é importante misturar cola branca PVA à tinta, que estabiliza a liga da cal com o pigmento”, explica. Para manipular todos esses materiais, é indicado usar máscara de proteção, óculos e luvas látex.

Quanto à preparação da mistura, basta juntar, para uma área de aproximados 1,5m², 60 ml de pigmento em pó, 400 ml de cal, 50 ml de cola branca PVA e um litro de água (em média). Dentro de uma masseira, amasse o pigmento com um pouco da água, usando a colher de pedreiro. Assim que o pigmento estiver totalmente diluído, junte cola e um pouco mais de água, mexendo até homogeneizar todo o produto. Acrescente a cal e o restante da água, mexendo bem até total diluição.

Umedeça a superfície a ser pintada com a brocha ainda limpa. Embeba a brocha na tinta preparada e aplique com movimentos horizontais, partindo sempre do ponto mais alto da superfície. Após a secagem completa, repita a aplicação com movimentos verticais, para cruzar o acabamento anterior. Isso fechará falhas ainda não cobertas com a mistura a cal. “Após 24 horas, pode ser aplicado um verniz acrílico base água para aumentar a durabilidade do acabamento”, ensina o instrutor. O período de secagem do verniz é de 4 horas por demão, e o melhor acabamento será atingido com a aplicação de duas demãos dele.

O uso do verniz, no entanto, elimina uma característica importante da pintura a cal, que é o fato de não produzir um filme (“pele” acrílica) entre a parede e o ambiente, permitindo que ela “respire” – ao absorver e eliminar umidades de acordo com a saturação do ar. Sem o verniz, não haverá riscos de formação de bolhas nem descascamentos.

Vendedor Votorantim: o pilar de um relacionamento sólido 

Botão Site

 

Compartilhe esta matéria

Veja também

X