Votorantim Cimentos
Mapa da Obra - E-book

Plano de negócios para varejo de materiais de construção

Um guia prático para o sucesso do seu negócio.

Publicado em 26/09/2017Stain: tudo o que você precisa saber sobre a resina
O stain é acetinado, realça os veios naturais da madeira e mantém o aspecto rústico e natural.

Stain: tudo o que você precisa saber sobre a resina

Diferente do verniz, o stain protege portas e janelas, sem abrir mão do aspecto natural da madeira

Portas e janelas de madeira pedem proteção contra desbotamentos e deterioração, pela simples passagem do tempo. Por isso, é indicado aplicar stain, resina de efeito decorativo que ressalta a tonalidade natural da madeira, repele água (hidrorrepelente), e combate a formação de fungos (fungicida).

De fácil aplicação e manutenção, o stain não trinca, porque é absorvido pela madeira e não forma camada de filme de proteção. As lojas de materiais de construção fornecem dois tipos de produto: o preservativo, com ação fungicida; e o de acabamento, que não possui nenhum inseticida em sua composição.

Stains são acetinados, realçam os veios da madeira e não formam filme sobre sua superfície, o que mantém o aspecto natural, rústico de portas e janelas”, explica Gisele Bonfim, gerente técnica e de assuntos ambientais da Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas (Abrafati). O verniz, ao contrário, é vendido nos acabamentos brilhante, acetinado e fosco, e altera o aspecto natural da madeira.

O modo de aplicação e o número de demãos devem seguir as instruções das embalagens. De acordo com Bonfim, entretanto, há etapas básicas de aplicação: lixamento da peça, que deve ser feito sempre no sentido dos veios da madeira, limpeza da superfície, e aplicação da primeira demão, com pincel ou rolo, sempre no sentido dos veios.

Ainda na primeira demão, após alguns minutos da aplicação, deve ser usada trincha para uniformizar o acabamento. O intervalo entre demãos é de pelo menos 12 horas.

É indicado não manipular stain em dias muito frios, com temperaturas abaixo dos 10°C, nem aplicá-lo sobre madeiras verdes ou molhadas. Também não é preciso usar o produto em excesso. Tampouco é recomendado fazê-lo em ambientes fechados e úmidos, ou diretamente sobre outros acabamentos (tintas e vernizes).

A manutenção é simples, porque a película, ao não trincar, também não se desprende da madeira. Quando desgastada, basta fazer nova aplicação: “Deve-se lavar a superfície, esperar que seque bem, fazer novo lixamento com esponja comum de limpeza e reaplicar uma ou duas demãos do produto”.

Stain ou verniz

A vantagem do stain sobre o verniz é a sua manutenção, pois ele pode ser reaplicado por cima da camada antiga sem lixamento, apenas com uma limpeza para remover partículas de pó e outras sujeiras.

Outro ponto importante é que o stain não descasca, porém, pode desbotar ao passar do tempo. Existem algumas marcas que oferecem diferentes tipos de tonalidades, o que permite seu uso para tingimentos leves da madeira.

 Uma das maiores dúvidas que existe sobre o stain é sobre a possibilidade de aplicação sobre tintas. Por ser um produto impregnante, ele não pode ser aplicado sob ou sobre nenhum outro acabamento. Se houver tinta, por exemplo, o stain não cumpre seu papel de impregnar e selar a madeira.

O stain é mais utilizado em áreas externas, mas nada impede que você o indique ao seu cliente para um ambiente interno.

 

Se o stain é uma opção para opção para revestir madeiras, o cal é uma alternativa para quem precisa realizar pinturas. Você conhece essa função?

 

 

Compartilhe esta matéria

Novo e-Book

Plano de negócios
para varejo de materiais
de construção

Mapa da Obra - E-book
X