Votorantim Cimentos
Mapa da Obra - E-book

LGPD Brasil: como implementar na sua construtora

Quero baixar!

Publicado por Carla Rocha em 06/01/2021Projeto de móveis planejados: como deve ser feito
Certificar-se da qualidade e da entrega da fábrica é um ponto primordial para evitar frustrações.Créditos: Shutterstock

Projeto de móveis planejados: como deve ser feito

Permite ajustar seu espaço as suas necessidades com um ótimo resultado final

Existem muitas etapas quando se adquire um imóvel na planta. A primeira é a fase de aquisição, depois a preparação de obra e a execução em si com a estrutura, alvenaria, lajes de cobertura e telhado, além da parte elétrica e hidráulica do empreendimento bem como a fase final onde entra a parte de acabamento. A partir disso, começam as vistorias e a medição para só então, dar início a parte da decoração dos ambientes que deve sempre envolver um profissional de arquitetura.

Muitas pessoas buscam por deixar o local com a sua personalidade e que combine com o ambiente, optando por móveis planejados, e tudo começa com planejamento. Isso o morador pode conseguir procurando um profissional especializado em arquitetura de interiores, ou seja, um designer de interiores ou um arquiteto com especialização em interiores, assim, este profissional fará um estudo das suas necessidades para o ambiente e nesse momento, os planejados fazem toda a diferença, pois ajudam a utilizar muito mais e melhor os espaços.

De acordo com a arquiteta de interiores, Monica Corrêa, o prazo desta instalação pode variar de acordo com o desejado pelos consumidores. Após o projeto aprovado, o cliente tem que escolher uma loja de preferência ou marceneiro para fazer com que o projeto vire realidade, dependendo da fábrica, o prazo de entrega gira em torno de 40 a 60 dias. Nesse caso, o cliente é que escolhe as lojas bem como os materiais de sua preferência e encaminha o projeto para orçamento. Após essa fase, o cliente faz uma visita às lojas escolhidas para ver como o projeto foi adaptado e quais materiais foram sugeridos e a partir disso, é realizada a escolha em conjunto da melhor opção para aquele ambiente em questão. “Falando sobre materiais, uma boa indicação seria o MDF, pois a manutenção dele é zero, o que dá manutenção são as ferragens após alguns anos de uso”, indica.

A importância da contratação de profissionais capacitados

Ainda de acordo com a arquiteta, existem vantagens e desvantagens em se optar pelos móveis planejados. Entre as principais vantagens está a opção de ajustar seu espaço às suas necessidades com um ótimo resultado final. Ela alerta ainda que, entre as principais desvantagens de fazer móveis planejados, está a escolha da loja ou fábrica errada para executar os móveis planejados: “aí pode ter problema para o resto da sua vida”, ressalta. Por isso, entre as principais dicas, está a importância da contratação de um bom profissional (designer de interiores ou arquiteto com especialização em interiores). “Faça seu projeto e assim você economiza tempo e dinheiro, e terá um excelente resultado final”, complementa.

Outro ponto fundamental é realizar pesquisas de mercado e de qualidade para adequar o projeto à sua necessidade. É importante avaliar os materiais utilizados e pesquisar as empresas fabricantes a fim de garantir a qualidade do produto e do serviço, bem como verificar o tempo de garantia oferecido por cada uma delas.

Veja algumas dicas para planejar e decorar banheiros pequenos:
Compartilhe esta matéria

Tudo sobre a LGPD na sua construtora!

Baixe agora!

Mapa da Obra - E-book
X