Votorantim Cimentos
Publicado por Carla Rocha em 15/05/2021Infraestrutura no Brasil: estruturação de negócios e obras icônicas
Durante a Infra Week, uma semana totalmente dedicada à infraestrutura, 28 projetos foram concedidos à iniciativa privada.Créditos: Shutterstock

Infraestrutura no Brasil: estruturação de negócios e obras icônicas

Até 2022 serão R$ 260 bilhões em investimentos contratados

Você confere:

  • Infraestrutura no Brasil;
  • Leilões da Infra Week;
  • Principais investimentos;
  • Próximas concessões.

No mês de abril foi realizada a Infra Week, uma semana totalmente dedicada à infraestrutura onde 28 projetos foram concedidos à iniciativa privada, contabilizando um montante de 10 bilhões de reais em novos investimentos para a infraestrutura. O objetivo do Governo Federal com o sucesso da empreitada é promover a realização de outros 22 leilões, projetando mais R$ 84 bilhões de aporte financeiro para o setor de infraestrutura nacional. Ainda de acordo com as informações repassadas durante o evento, até 2022 serão R$ 260 bilhões em investimentos contratados, frutos da parceria com o setor privado, isso significa quase 40 vezes o atual orçamento do Ministério da Infraestrutura colocado à disposição dos brasileiros.

Na ocasião, foi abordada a importância dos leilões para a infraestrutura com um novo programa de concessões de infraestrutura, tema fundamental para a retomada do crescimento no Brasil, segundo Daniel Sonder, CFO da B3 (A Bolsa do Brasil) e que é responsável pela organização e logística do leilão. “Os projetos de infraestrutura no Brasil estão avançando com consistência e os investidores seguem interessados em oportunidades que vão trazer capital privado para setores chaves da nossa economia”, enfatizou.

Para Tarcísio Freitas, Ministro da Infraestrutura, que também participou da abertura do evento, ele traz uma grande oportunidade de mostrar a aliança que existe entre os investidores e o país. “Esses leilões marcam uma etapa final de um ciclo de muito trabalho e que fará muita diferença na vida das pessoas pela melhor prestação de serviço, além do acesso ao trabalho para muitas famílias”, ressalta. Ainda de acordo com ele, o setor da infraestrutura será uma alavanca para essa retomada da geração de empregos após a pandemia.

Concessões já realizadas do mês de abril

Na quarta-feira, dia 7 de abril, foram 22 aeroportos arrematados em leilão, garantindo investimentos de R$ 6,1 bilhões para o setor nos próximos anos. Já na quinta (8), o trecho 1 da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) foi concedido para outros R$ 3,3 bilhões a serem investidos. O último dia de leilões ocorreu na sexta-feira, 9 de abril, onde o Governo Federal, por meio do Ministério da Infraestrutura, assegurou um investimento de mais de R$ 610 milhões em cinco terminais portuários brasileiros, além de uma arrecadação de R$ 216 milhões aproximadamente com outorgas.

Foram quatro terminais para líquidos do Porto de Itaqui, no Maranhão, e um terminal em Pelotas, no Rio Grande do Sul, destinado a carga geral e madeira. Outro grande empreendimento leiloado foi a BR-153/080/414/GO/TO, que ocorreu no final do mês de abril. A rodovia possui um trecho com mais de 850 quilômetros, localizado entre Anápolis (GO) e Aliança do Tocantins (TO), que prevê o recebimento em torno de R$ 8 bilhões em investimentos através de um contrato total de 35 anos. O pregão foi realizado na sede da B3, em São Paulo, ocasião onde o Consórcio Eco153 ofereceu R$ 320 milhões de outorga, vencendo assim a disputa e com isso, a expectativa da ANTT é de que sejam criados 119,4 mil novos postos de trabalho diretos e indiretos.

Previsões para os próximos leilões

Ainda de acordo com o CFO, além dos leilões da Infra Week, ainda teremos mais seis leilões agendados para esse semestre percorrendo setores de infraestrutura urbana, rodovias, saneamento e linhas de transmissão de energia. “Cada um é uma oportunidade que eleva a capacidade de investimento no nosso país, alivia os orçamentos dos entes federativos e também trazem eficiência e produtividade para todo o ecossistema econômico nacional”, ressaltou durante a abertura oficial transmitida ao vivo através do Youtube do MInfraestrutura. “O nosso compromisso é que cada um desses projetos seja transparente para a sociedade, atrativo para os investidores e bem-sucedido para os nossos clientes do setor público como Governo Federal, agências reguladoras, os estados e os municípios”, finalizou.

Além disso, outro leilão previsto para ocorrer ainda este ano, no dia 8 de julho, é o da BR-163/230/MT/PA, que irá contabilizar mais R$ 2 bilhões de investimentos. As duas concessões irão impactar diretamente no agronegócio do Centro-Oeste do Brasil, promovendo uma grande melhora da logística. No âmbito portuário, por sua vez, também existem leilões previstos que devem ocorrer em 9 de julho com arrendamentos de mais três terminais: um que fica localizado no Porto de Areia Branca, no Rio Grande do Norte, outro no Porto de Mucuripe, no Ceará e um terceiro que fica no Porto de Santana, no Amapá, totalizando mais de R$ 200 milhões em novos investimentos para o setor. Para conferir o calendário completo, acesse o portal oficial do Ministério da Infraestrutura.

Para conferir o evento completo, acesse a transmissão oficial no YouTube:
Compartilhe esta matéria

Mais lidas

Veja também

X