Votorantim Cimentos
Mapa da Obra - E-book

Portfólio de produtos da Votorantim Cimentos 2021

Baixe agora!

Publicado por Carla Rocha em 03/06/20217 dicas de decoração de ambientes para aproveitar espaços
Muitos são os elementos que compõem um ambiente eficiente, iluminação e ventilação adequadas para os espaços.Créditos: Shutterstock

7 dicas de decoração de ambientes para aproveitar espaços

Veja a importância de fazer adequações para tornar o lar acolhedor e eficiente

Em 2020, tivemos que ficar em casa, e sentimos a necessidade de aproveitar melhor os espaços, seja para acomodar novas atividades que antes eram muito bem definidas e separadas do ambiente residencial, como o home office e o ensino remoto, ou simplesmente por conta da necessidade de passar mais tempo em casa, percebemos também a importância de fazer adequações no ambiente para tornar nosso lar mais acolhedor e eficiente.

De acordo com a professora Keli Garcia Alexandruk, mestre em Arquitetura e Urbanismo, do curso de Arquitetura e Urbanismo da UNINOVE, muitos são os elementos que compõem um ambiente eficiente, iluminação e ventilação adequadas para os espaços. “Essa organização deve ser prática e funcional, o uso de materiais, cores e texturas próprios a cada atividade e a escolha de mobiliários que atendam a cada necessidade, são alguns desses elementos que podem auxiliar nesse processo”, orienta.

Mas como aproveitar melhor os espaços para deixar os ambientes mais eficientes?

1.   Setorize seu espaço – Defina quais atividades acontecem em cada ambiente e organize os móveis de maneira que uma atividade não atrapalhe a outra. Entender como as pessoas circulam pelo ambiente, quais os horários e quantas pessoas costumam estar no ambiente, ao mesmo tempo, são informações importantes para uma organização funcional e eficiente.

2.   Use móveis de dupla função – Muitas vezes, não percebemos o potencial de armazenamento de alguns espaços, embaixo da cama, da mesa de jantar ou da mesa de centro, dos assentos… Muitos são os espaços que podem ganhar uma dupla e, às vezes, uma tripla função. Os móveis multifuncionais são uma ótima escolha para esses espaços, prontos ou na versão “faça você mesmo”, existem várias opções disponíveis no mercado.

3.   Móveis sob medida – Aproveite ao máximo todos os cantinhos, móveis feitos sob medida são uma opção muito bem-vinda quando o assunto é otimização dos espaços e eficiência. Novamente aqui, entender e levantar algumas informações, relacionadas às necessidades de utilização do espaço/móvel é essencial. Informações como, quantos livros precisam ser acomodados na estante ou quantos pares de sapato precisam ser colocados na sapateira, ajudam muito na definição do desenho mais eficiente. Lembre-se, ter um lugar para cada coisa otimiza as atividades diárias, facilitando a organização e resultando em economia de tempo na realização das tarefas diárias.

4.   Integração de ambientes – Remover paredes, para integrar dois ou mais ambientes, pode, dependendo da rotina da casa, ser uma ótima solução para ampliar espaços, melhorar a incidência de luz natural ou facilitar a interação social.

5.   Medidas e distâncias – Em qualquer espaço, seja grande ou pequeno, considerar a medida dos móveis e as distâncias entre eles é imprescindível para um uso eficiente.

6.   Reorganizar ambientes, dando uma nova função, também pode ser uma opção, dependendo da quantidade de vezes que a antiga função se faz necessária. Por exemplo, um quarto de hóspedes, com uma cama de casal e guarda-roupa, pode ser transformado em um home office com sofá cama, podendo cumprir duas funções ao mesmo tempo.

7.   Escolher materiais duráveis, de fácil manutenção e limpeza, adequados a cada função e necessidade, também é fundamental para tornar o ambiente mais eficiente, otimizar o tempo e economizar recursos financeiros.

Outro aspecto importante deve ser considerado ao organizar um espaço adequadamente, sua amplitude ou sensação de amplitude. “Ninguém gosta de estar ou trabalhar em um espaço apertado, entulhado de objetos ou poluído visualmente, e dois elementos que tem papel importante nesse aspecto são, os mobiliários e as cores que compõem esses ambientes”, ressalta a docente. Outro ponto também destacado pela arquiteta é que é fundamental levar em consideração alguns pontos, como a proporção adequada, entre dimensão do ambiente x tamanho do mobiliário, e definir corretamente as cores que comporão os mesmos.

Confira também: como executar um projeto de móveis planejados:

https://www.mapadaobra.com.br/projeto-de-moveis-planejados-como-deve-ser-feito/
Compartilhe esta matéria

Materiais de construção da Votorantim Cimentos!

Quero ler!

Mapa da Obra - E-book
X