Votorantim Cimentos
Mapa da Obra - E-book

Confira 4 plantas que não podem faltar no seu projeto!

Baixe o e-book e descubra que desenhos técnicos você precisa ter para iniciar a obra!

Publicado em 13/05/2019Como calcular os custos de obra
Deve-se considerar todos os custos de uma obra antes de iniciá-laCréditos: Shutterstock

Como calcular os custos de obra

Orçamento deve ser realizado em projeto e considerar custos com mão de obra e sistemas

Um dos maiores problemas que podem ocorrer em uma obra é quando seus custos ultrapassam o orçamento. Com mais custos de obra do que o previsto antes da execução, quando isso ocorre as incorporadoras necessitam readequar seus recursos financeiros e, muitas vezes, acabam sacrificando as margens de lucro estabelecidas para a viabilidade econômica daquele empreendimento.

De acordo com Marco Antônio, engenheiro da Dinâmica Engenharia, as fundações, por exemplo, representam um custo considerável dentro do orçamento. “Esse custo é considerável e impacta em gastos com concreto e aço — que são elementos caros. Além do que, se a fundação profunda não for bem executada, esse custo pode aumentar ainda mais com a manutenção e patologias que podem ser apresentadas”, ressalta.

A superestrutura também representa (geralmente) um dos maiores custos na maioria dos orçamentos de empreendimentos residenciais. Além disso, revestimentos especiais ou uso de sistemas e produtos mais sofisticados podem representar gastos maiores. Esses custos altos não devem ser um problema, desde que previstos no orçamento do projeto.

 

O que considerar nos custos de obra?

Cada uma das etapas e dos sistemas de obra devem ser considerados na hora de levantar os custos de obra. Por exemplo, as etapas iniciais de um empreendimento residencial com uma torre envolvem, geralmente: a preparação do terreno e as fundações (nesse custo é possível incluir as contenções). Na metade do processo já é possível considerar a execução da superestrutura; do fechamento (como vedação de blocos cerâmicos, drywall ou alvenaria); as esquadrias de alumínio ou de outros materiais; as ferragens; os vidros; a cobertura; instalações elétricas; hidráulicas; mecânicas e a impermeabilização. Já na etapa final da obra deve-se considerar os revestimentos de paredes internas; externas; revestimento de teto e piso; pintura; louças; metais; mármores; granitos e outros tipos de tratamento.

 

Fornecedores e mão de obra

Um ponto importante dentro do orçamento são os custos com a mão de obra e com os fornecedores. O canteiro de obras de um empreendimento conta com a participação de diferentes equipes, que podem ser da construtora responsável pela obra ou das empreiteiras contratadas para execução de determinado serviço.

No caso da execução de fundações profundas, como hélice contínua, é necessária a utilização de equipamentos específicos, como perfuratriz; sendo assim, o mais comum é a contratação de empresas especializadas nesse tipo de serviço. Também é comum a contratação de empresas específicas para a execução da superestrutura, das instalações e do revestimento.

Sobre a mão de obra, é necessário sempre lembrar dos custos com impostos e com a gestão de pessoas. Além de que, qualquer atraso no cronograma de obras impacta também em um tempo maior da equipe alocada em canteiro, o que significa aumento dos custos finais daquele empreendimento.

 

Para definir os custos de forma assertiva é preciso estruturá-los em uma planilha orçamentária. Confira essa tabela que pode te ajudar nesse processo:

 

 

Sistemas/Serviços Custo por etapa (R$) Participação no orçamento (%)
Preparação do terreno  [preencha aqui com o custo em reais dessa etapa]  [preencha aqui com a porcentagem de participação do custo dessa etapa no total da obra]
Fundações
Superestrutura
Alvenaria/fechamento
Esquadrias de madeira
Esquadrias de ferro
Esquadrias de alumínio
Ferragens
Vidros
Cobertura
Impermeabilização
Revestimentos de paredes internas
Revestimentos externos
Revestimento de teto
Revestimento de piso
Pintura
Louças e metais
Mármores e granitos
Instalações hidráulicas
Instalações elétricas
Instalações mecânicas
Outras instalações
Complementos na obra
Tratamentos
Total

 

 O cronograma de obras tem relação direta com seus custos. Quer saber mais sobre isso? Confira aqui:

https://www.mapadaobra.com.br/gestao/cronograma-de-obras-construtora/

 

 

Compartilhe esta matéria

Descubra quais plantas precisam compor seu projeto

Planta baixa, executiva, de localização e cortes! Saiba mais no e-book!

Mapa da Obra - E-book
X