Votorantim Cimentos

Inscreva-se grátis e receba nossa newsletter.

Publicado em 04/03/2019A importância do anteprojeto
Etapa que envolve projeto e anteprojeto deve ser realizada com cuidado para evitar erros durante a execuçãoCréditos: Shutterstock

A importância do anteprojeto

Nesta etapa, o cliente visualiza dimensões e características gerais do projeto arquitetônico

A fase de projeto é uma das mais importantes em uma obra. Um projeto realizado de forma assertiva garante que os passos de execução serão orientados de forma correta. Após a aprovação de um estudo preliminar pelo cliente, o arquiteto dá seguimento ao processo de projeto, fazendo novos desenhos, detalhamentos e escolha de alguns materiais. É nesse momento que se inicia o anteprojeto.

Composto por croquis e desenhos que apontam dimensão e características da proposta arquitetônica, o anteprojeto traz uma planta para cada pavimento a construir, contendo informações gerais de cada ambiente, estrutura estimada, cálculo das áreas (metragem quadrada dos cômodos) e volumetria. “No anteprojeto já se sabe quais sistemas construtivos serão usados”, explica o arquiteto Flávio Castro, do FCStudio. Ficará exposto nele se paredes são estruturais, em blocos de concreto, ou se haverá perfis metálicos e vãos fechados como portas de vidro, paredes divisórias em alvenaria, lajes ou pés direitos duplos.

 

Anteprojeto: Próximos passos


O cliente deve aprovar o anteprojeto para que o arquiteto contratado passe para a próxima etapa do seu trabalho, que é o desenvolvimento de um projeto executivo – muito mais técnico e detalhado, pois além da arquitetura, apresenta outros projetos complementares, como instalações elétrica e hidráulica, automatização e cabeamento, e cálculo de estruturas.
“Nessa etapa ainda não são determinadas as quantidades dos materiais a usar. Informações como volume de concreto, metros de areia e número de sacos de argamassa, blocos de concreto ou caixas de azulejo aparecem apenas no caderno de especificação, que é entregue junto com o projeto executivo pronto”.
Um anteprojeto oferece total controle do que está sendo proposto, com o mínimo de definições e detalhamentos, antes de liberar o desenvolvimento dos projetos complementares. Isso faz com que seus projetistas (engenheiros) possam trabalhar mais seguros, sem cometer erros.
“Cada decisão postergada será um problema a mais a surgir durante o desenvolvimento do projeto executivo, ou mesmo durante a execução da obra”, diz. A essencialidade de um anteprojeto está em seu caráter preventivo.

 

Utilização de BIM

Atualmente, muitas construtoras estão se adaptando para realizar projetos em BIM. A tecnologia chamada Building Information Model permite uma visualização 3D do projeto durante diversas etapas. Ela contribui para quê interferências em projeto não ocorram, por exemplo, no processo de instalações elétricas e hidráulicas. Além disso, em uma de suas etapas, já é possível inserir dados reais de materiais e quantidades para chegar às dimensões corretas em projeto.

Quer saber mais sobre o sistema BIM? Confira a entrevista com o arquiteto e doutor em engenharia de produção, Sergio Leusin: https://www.mapadaobra.com.br/gestao/gerenciamento-sistema-bim/

 

 

Compartilhe esta matéria

Busca conteúdos exclusivos sobre o mercado da construção civil?

Inscreva-se grátis e
receba nossa newsletter.

X