Publicado em 18/02/2015Nasce um empresário

Nasce um empresário

Radionovela do Sebrae tem pedreiro empreendedor como personagem principal; divirta-se!

O Negócio é o Seguinte é um programa de rádio produzido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) que está no ar desde julho passado. Apresentado por Jackson Antunes e voltado principalmente para microempreendedores individuais (MEIs), tem cinco minutos de duração e discute, a cada dia, um tema de gestão empresarial: “Compras, vendas, cooperação, planejamento, marketing e finanças”, enumera Mirela Luiza Malvestiti, gerente da Unidade de Capacitação Empresarial (UCE) do Sebrae.

Leia mais sobre a MEI e a produção do Sebrae

São notícias e experiências reais de MEIs, orientações de consultores do Sebrae, dicas sobre cursos de capacitação e planilhas de controle para baixar no computador – o programa de rádio mistura todo tipo de informação relevante para quem acaba de entrar no mundo dos negócios. Mas O Negócio é o Seguinte também é diversão: sua radionovela tem, como um de seus personagens principais, o pedreiro Nascimento, 50 anos, negro, alto, comunicativo e muito autoconfiante.

“Ele foi inspirado em antigos mestres de obras e dezenas de pedreiros microempreendedores de sucesso, que se sentem mais valorizados nos últimos anos, e souberam aproveitar a melhora da sua qualidade de vida para gerar negócio. Com a ampliação do mercado consumidor no Brasil, passaram a ser mais solicitados para reformas e construções”, revela a gerente.

A ideia é que o ouvinte se identifique com o drama pessoal dos personagens da novela, suas dúvidas, dificuldades e sentimentos. No caso de Nascimento, que começou a trabalhar muito cedo com o pai em obras, a história é de pobreza, sem oportunidade de estudos. Muitas vezes, ele colocou tudo o que ia construindo a perder – com a bebida, por exemplo.

Na trama, a filha não o perdoa por ter se separado da mulher, após gastar todo o dinheiro que ganhava. “Ao longo da história, Nascimento vai se conscientizando da necessidade de estudar, se capacitar e aproveitar melhor as oportunidades que tem e seu grande potencial como profissional e pessoa”.

De inteligência prática e objetiva, Nascimento começa a desejar ter mais cultura, querer aprender mais, mas muitas vezes acha difícil entender tudo o que lhe é ensinado nos cursos – de gestão dos negócios, na escola de jovens e adultos, ou em novas tecnologias (uso de computadores).

“Cada dificuldade foi colocada na trama como uma questão que ele teria de resolver”, diz Malvestiti. Sua maior qualidade é a insistência, e isso traz sua filha de volta, para ajuda-lo a administrar os negócios em crescimento.

À medida que Nascimento se capacita, o volume de serviços vai aumentando, a empresa cresce, e ele passa a se deparar com outros problemas, como a falta de qualificação da mão de obra que contrata para ajudar nos canteiros.

Muito empreendedor, ele planeja criar uma escola para ensinar o ofício de pedreiro a outros jovens, como uma alternativa de trabalho seguro e bem remunerado. “Na novela, Nascimento é o personagem que constrói”, conta Malvestiti.

Ele é um dos primeiros do bairro a se legalizar como MEI. Estava cansado da ilegalidade e de trabalhar tanto tempo sem pagar aposentadoria. Agora, ao ver sua empresa crescer, prepara-se para passar do estágio de MEI a proprietário de uma empresa de pequeno porte, e se preocupa em criar a estrutura necessária para isso.

“É um homem que vê as vantagens de se formalizar, vender seus serviços com nota fiscal, se capacitar. Nascimento quer dar emprego e capacitação ao seu pessoal, pois apesar da dureza do seu trabalho, sempre está de bom astral, é agregador e principalmente um grande observador!”

Este é um profissional de obra que deve inspirar todos os que trabalham por conta própria, como autônomos, e que procuram uma alternativa para crescer. Nascimento mostra que com determinação, confiança e busca de conhecimento, a formalização como MEI é só o primeiro passo para uma trajetória de sucesso na construção civil.

 

Traço de concreto: você sabe por que deve controlar a umidade da areia? 

Botão Site

Compartilhe esta matéria

Veja também

X