Publicado em 22/04/2014Materiais de construção: revenda online

Materiais de construção: revenda online

Internet e outras novidades tecnológicas mantêm lojistas conectados aos consumidores

Consumidores do varejo querem ter acesso a sites, emails e redes sociais a qualquer hora, de qualquer lugar. Internet eficiente, com conexões 3G e 4G, e dispositivos eletrônicos móveis, como celulares e tablets, renovam as formas de se comunicar online com clientes. A orientação é que toda página web de revenda online tenha um ou mais canais de comunicação. Esse recurso possui diversas funcionalidades (controle de estoque e pedidos, pesquisas, cadastro de clientes).

“Muitas plataformas para lojas virtuais oferecem chats”, relembra Jairo Lobo Migues, consultor do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-SP).

O atendimento online deve ser contínuo, pelo menos durante o horário comercial – o que pode ser acompanhado por um funcionário ou empresa contratada. Para Ari Rosolem, também consultor do Sebrae-SP, o e-mail é útil a qualquer tipo de mensagens: publicidade, promoções, liquidações, mudança de endereços, agradecimentos, fidelização, cumprimentos, vendas, status da entrega e prospecção de novos clientes.

Essencial é ter conteúdo claro e objetivo, e que sejam encaminhadas apenas com autorização prévia do cliente. “Quando um cliente entra na loja, é importante cadastrá-lo, mas a maioria das pessoas não quer perder tempo respondendo perguntas. Assim, é possível pegar autorização para pedir informações necessárias por email”, ensina Rosolem.

Revenda online pelo Facebook

O Facebook também permite interagir com o cliente para promover produtos, serviços, esclarecer dúvidas e até vender através da contratação de plataformas disponibilizadas pelo provedor. “Conheça com profundidade seu cliente – comportamento, hábitos, gostos: essa é a maior vantagem das redes sociais ”, ensina Migues.

Tecnologias 3G e 4G, por sua vez, trazem mais rapidez às conexões via celulares e tablets. “A empresa pode procurar um aplicativo disponível que atenda às suas necessidades, ou solicitar o desenvolvimento de um aplicativo específico para sua revenda online”, explica Migues.

Para pagamentos, haverá duas possibilidades: o remoto, pela revenda online, ou na própria loja. Neste último caso, o cliente usa seu cartão de crédito ou débito pelo celular, o que dispensa as tradicionais “maquininhas” de cartões. Basta ter instalado o aplicativo da administradora de cartões no celular da loja, e fazer o credenciamento.

Para Rosolem, o importante é “dispor de todos os meios que o cliente gosta e usa, desde que haja recursos humano e financeiro para investir”. E não se esqueça de integrar os canais digitais para ter mais resultados em suas vendas.

Quadro comparativo de venda de materiais de construção analisa custos do comércio eletrônico frente aos de uma loja física

Botão Site

Compartilhe esta matéria

Veja também

X