Publicado em 12/05/2015

Landscape Beira Mar: paisagem da orla

Em Fortaleza, condomínio exibe estrutura inovadora de concreto, de formato circular inusitado

Para melhor explorar a vista da orla de Fortaleza, o escritório Luiz Fiuza Arquitetos concebeu um condomínio residencial em que quatro torres – com 22 pavimentos-tipo cada – ficam dispostas em forma de anel. Ao centro do complexo Landscape Beira Mar, está um átrio onde se concentram áreas comuns e de lazer. O desenvolvimento do condomínio teve como premissa pesquisa de mercado que considerou as preferências dos usuários e os índices de aproveitamento do solo segundo a legislação municipal.
O formato, conta Luiz Fiuza, remete a um búzio, e harmoniza o edifício à natureza e ao entorno. Em terreno de oito mil metros quadrados, em meio a edifícios corporativos, suas varandas são escalonadas, e há vazios no plano de fachada que amenizam a volumetria e criam perspectivas sensoriais. “A forma escalonada e circular da volumetria possibilitou um rico efeito de luz e sombra, gerando inusitadas e emocionantes perspectivas”, diz o projetista.
Com as varandas foi também possível ganhar em área de venda, já que não computáveis pela legislação. Os 65.580 m² de área total construída distribuem-se entre 575 unidades de apartamentos com áreas entre 40 m2 e 290 m2. Não apenas o formato do Landscape Beira Mar é inovador, como a tecnologia de suas fundações e contenções faz uso de estacas-barrete, solução ainda inédita na orla fortalezense.
Em decorrência do formato inusitado, a estrutura também enfrentou desafios quanto à curvatura horizontal e ao escalonamento das varandas. Para tanto, vigas curvas foram adotadas. Outros elementos rígidos, como torres para escadas de emergência e elevadores, estão posicionados fora dos volumes principais.
Ainda assim, a estrutura, concebida pela Dácio Carvalho Soluções Estruturais, dispensou protensão, sendo viabilizada com concreto armado convencional: são painéis de lajes nervuradas de 9 m x 9 m, sem vigas intermediárias, moldados com fôrmas plásticas de polipropileno. O vão proporcionado pelo arranjo deu flexibilidade de layout aos interiores, sem vigas aparentes. Nas garagens, a cada quatro vagas há um pilar. O partido estrutural previu ainda, durante as concretagens, shafts e passagens para tubulações, executadas posteriormente sob as lajes.
Já a incidência do vento foi verificada em modelos 3D computacionais, considerando 24 ângulos de incidência – a cada 15º. O concreto, devido à exposição à atmosfera marinha, foi concebido com base nos preceitos da ABNT NBR 6.118/2007 – Projeto de Estruturas de Concreto – Procedimento, da Associação Brasileira de Normas Técnicas, para classe de agressividade III (zona marinha).
A vida útil de pelo menos 50 anos da estrutura, sem grandes intervenções e manutenção, está garantida por cobrimentos para peças maiores; por fim, nenhuma peça estrutural ficou exposta. O concreto, por sua vez, tem fck 35 MPa e baixo fator água-cimento, o que aumenta ainda mais sua durabilidade. Outra medida preventiva relacionada ao concreto foi o uso de gelo em escamas para concretar blocos de coroamento das estacas de fundação. O propósito era minimizar efeitos do calor de hidratação associado à elevada temperatura local. O concreto das peças também foi aditivado com material pozolânico, o que evita corrosão das armaduras.
O Landscape Beira Mar foi menção honrosa na categoria Edificações do Prêmio Talento Engenharia Estrutural 2011, organizado pela Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural (Abece). Veja fotos na galeria.

  • Para brincar com a volumetria dos blocos, o arquiteto concebeu uma fachada de varandas escalonadas intercaladas por vazios. Projeto de Luiz Fiuza Arquitetos, em Fortaleza (CE) – Foto: Divulgação
  • O condomínio residencial Landscape Beira Mar, com projeto de Luiz Fiuza Arquitetos, destaca-se das demais construções à sua volta, devido ao formato incomum de seus prédios, que se organizam em forma de anel. Em Fortaleza (CE) – Foto: Divulgação
  • Graças aos vazios criados pelo arquiteto Luiz Fiuza, mesmo os edifícios localizados nos fundos do terreno conseguem ter acesso visual à orla de Fortaleza (CE) – Foto: Divulgação
  • Não apenas as aberturas existentes entre os edifícios ou o escalonamento das varandas quebram a monotonia da fachada, como também o átrio existente entre os volumes contribui para ventilação e iluminação naturais das unidades. Projeto de Luiz Fiuza Arquitetos, em Fortaleza (CE) – Foto: Divulgação
  • Ao centro, entre as quatro torres, concentram-se áreas comuns e de lazer do condomínio Landscape Beira Mar, em Fortaleza (CE). Projeto de Luiz Fiuza Arquitetos – Foto: Divulgação
  • No centro do conjunto estão um átrio e elementos de paisagismo, como o espelho d’água. O condomínio residencial Landscape Beira Mar fica em Fortaleza (CE), e tem projeto de Luiz Fiuza Arquitetos – Foto: Divulgação
  • A forma escalonada e circular da volumetria possibilitou criar efeitos de luz e sombra, gerando inusitadas perspectivas. O condomínio residencial Landscape Beira Mar fica em Fortaleza (CE), e tem projeto de Luiz Fiuza Arquitetos – Foto: Divulgação
  • A fim de reduzir custos e cuidados com manutenção, bem como resistir à atmosfera marítima, revestimentos cerâmicos da fachada dispensam repinturas e limpeza, no condomínio residencial Landscape Beira Mar, em Fortaleza (CE). Projeto de Luiz Fiuza Arquitetos – Foto: Divulgação
  • O condomínio residencial Landscape Beira Mar, que tem projeto de arquitetura assinado por Luiz Fiuza, fica na orla marítima da cidade de Fortaleza (CE) – Foto: Divulgação
  • Apesar de priorizar a vista para o mar, o arquiteto dispôs unidades voltadas para todos os lados. Grandes varandas, independente da orientação do apartamento, proporcionam boas condições de conforto ambiental. O condomínio residencial Landscape Beira Mar fica em Fortaleza (CE), e tem projeto do Luiz Fiuza Arquitetos – Foto: Divulgação
Compartilhe esta matéria

Veja também

X