Votorantim Cimentos
Publicado em 03/10/2018Construtechs: Quais os desafios até o momento?
Construtechs auxiliam na gestão tanto da obra quanto na compra de terrenos e, até mesmo, na venda junto à imobiliáriaCréditos: Shutterstock

Construtechs: Quais os desafios até o momento?

Com a possibilidade de atuar em todas as áreas da construção, startups do setor buscam soluções inteligentes para redução de custos e produtividade

Atuando na indústria da construção de ponta a ponta, as construtechs – startups que chegaram para atacar problemas da cadeia de valor da indústria da construção – estão trabalhando com setores desde a mineração, indústria de materiais, obra, pós-obra, até a intermediação imobiliária. “Dentro desses processos, temos startups como o Coteaqui, que é de Recife, e consegue gerar economias na compra de materiais utilizando ciência de dados para conseguir uma melhor tomada de decisões e otimizar o processo de compra”, exemplifica Bruno Loreto, head do Construtech Ventures.

Um dos maiores problemas da construção civil que pode ser reduzido por meio das soluções desenvolvidas pelas construtechs é a produtividade. “No geral, as soluções estão atacando a produtividade pelo lado da gestão e coleta de dados, o caso da Controller é exemplo disso”, ressalta Loreto.

A Controller é uma startup desenvolvida especificamente para solucionar problemas de produtividade, analisando e controlando as informações geradas na obra, por meio de input e gestão inteligente de dados. Atualmente, as empresas não têm informação de produtividade de cada trabalhador, serviço e fornecedor e isso dificulta a tomada de decisão.

“Soluções que consigam permitir que a empresa capture dados, gere indicadores e aperfeiçoe o processo, é o primeiro passo. Soluções que startups estão trabalhando com um tipo de solução voltada em BIM também. BIM trabalha muito com essa pegada de produtividade, seja eliminando retrabalho ou fazendo compatibilização”, destaca o head da Construtech Ventures.

 

Desafios das Construtechs

No entanto, o desenvolvimento das construtechs passa por desafios que envolvem desde a gestão da startup e das pessoas quanto a necessidade de conquistar o primeiro case e começar a ter credibilidade no setor para angariar investimentos.

Quando se fala de pessoas, a formação de um bom time é fundamental para tocar o negócio e ela não para – quanto mais o negócio cresce, mais pessoas devem fazer parte do time e é necessário realizar esse gerenciamento. “Conseguir, no início, conquistar os primeiros clientes é outro desafio porque quando você está começando, você não tem casos de sucesso, não tem o resultado comprovado. Então, você precisa encontrar aqueles clientes que estão dispostos a abrir a porta da empresa e ajudar a encontrar e evoluir a solução com o apoio desse cliente”, destaca Loreto.

Há também o desafio de se inserir em um setor bastante tradicional, como o da construção. “É natural que aquilo que é desconhecido cause algum espanto, algum receio, alguma resistência. Você combate isso educando, ou seja, quanto mais as pessoas conhecerem sobre tecnologia, quanto mais elas falarem sobre transformação digital, mais isso as aproximará. É uma realidade, de fato, que o setor é bastante atrasado em termos de tecnologia e apostamos cada vez mais compartilhando os conceitos e as práticas”, complementa.

 

Conheça 10 construtechs:

  1. Zero Distrato: Previsão e prevenção de distratos para incorporadoras e urbanizadoras;
  2. Coteaqui: Cotação online de materiais de construção para construtoras;
  3. Intellead: Machine Learning para qualificação de leads para incorporadoras;
  4. DroneMapp: Plataforma de gestão de dados geoespaciais;
  5. Vendo Meu Terreno: Primeira plataforma de terrenos para empreendimentos do Brasil;
  6. Senhor das Obras: Plataforma que integra todo o setor da construção, reforma e decoração para o consumidor achar o profissional que precisa;
  7. Obrafit: Sistema de Gerenciamento de Obras para arquitetos, construtores, gerenciadores, engenheiros e proprietários;
  8. SobraZero: Sistema para gerenciar o descarte de resíduos;
  9. Check Builder: Aplicativo para acompanhamento e controle de gastos, execução de obras e reformas;
  10. Stek: Calculadora e gestão de obras para arquitetos.

 

Leia também os cuidados das construtechs no setor: http://www.mapadaobra.com.br/inovacao/construtechs-construcao-civil/

 

 

Compartilhe esta matéria

Mais lidas

Veja também

X