Publicado em 05/03/2013Iniciativa apoia mulheres na construção civil

Iniciativa apoia mulheres na construção civil

Campanha prega novo estilo de gestão e convivência, além de maior capacitação

De acordo com estatísticas do IBGE, 239.242 mulheres ocupavam postos de trabalho no setor da construção civil até julho de 2012. Número que certamente será ampliado nos próximos anos, segundo Ana Paula Tavares, presidente da Escola de Altos Estudos de São Paulo – ESAESP/Instituto Construa. A tendência deve-se principalmente ao crescimento da adesão de mulheres na construção civil. Elas estão ‘se enxergando’ no setor. Entendem como mais uma oportunidade para se desenvolverem profissionalmente e terem melhor qualidade de vida.

Muitas mulheres pretendem alcançar a função de mestre de obra, engenheira civil e técnica em edificação. A aplicação de novas tecnologias nos canteiros de obra permite a execução de serviços que exigem menos esforço físico e as remunerações, em especial no que se refere a acabamentos, tornaram-se mais atrativas, explica Ana Paula, responsável pelo programa de capacitação de mão de obra feminina, Mulheres que Constroem, do Instituto Construa. Em parceria com o Sintracon-SP, o Instituto Construa oferece cursos gratuitos com aulas teóricas e, principalmente, práticas nas áreas de alvenaria, pintura, hidráulica, elétrica, impermeabilização, assentamento de pisos e azulejos, gesso e drywall.

Por mais mulheres na construção civil

A iniciativa, lançada em janeiro de 2012 na cidade de São Paulo, deverá ser estendida a municípios da região metropolitana de São Paulo e do interior paulista. Em três meses, foram capacitadas 140 mulheres. Para Ana Paula, a capacitação deve vir acompanhada do auxílio na inserção num mercado de trabalho em que a mão de obra feminina ainda é uma novidade. É preciso ter um novo olhar, voltado para questões relacionadas à segurança e à saúde da mulher. O importante é garantir regras básicas de convivência na obra e que não exigem grande esforço ou investimento, avalia.

O CAU/BR criou um sistema para a contratação de profissionais. O “Ache um Arquiteto” oferece, gratuitamente, um cadastro de profissionais para àqueles que precisam de ajuda na reforma ou construção.Botão Site

 

Compartilhe esta matéria

Veja também

X