Votorantim Cimentos

Inscreva-se grátis e receba nossa newsletter.

Publicado em 29/04/2019Tipos de porcelanato: saiba mais sobre esse revestimento
Para assentar o porcelanato de maneira adequada, o primeiro passo é conferir se o contrapiso e o verso das peças estão limpos e secosCréditos: Shutterstock

Tipos de porcelanato: saiba mais sobre esse revestimento

Para aproveitar todas as vantagens do porcelanato e evitar problemas futuros é preciso caprichar no assentamento

O porcelanato é um tipo de revestimento cerâmico muito versátil que, além de possuir uma estética diferenciada, é caracterizado pelo seu modo de produção que pode ser usado tanto em áreas internas quanto externas, garantindo durabilidade e resistência contra atritos, agentes químicos e variações térmicas, podendo ser aplicado também em banheiros, paredes, bancadas ou cozinhas, em áreas internas ou externas. É preciso ter atenção ao indicar os tipos de porcelanatos para se chegar ao ideal para cada tipo de contrapiso, pois a placa cerâmica é um revestimento com baixa porosidade e elevado desempenho, podendo ser esmaltada ou não, polida ou natural, retificada ou não.

Os tipos de porcelanatos mais conhecidos são os seguintes:

  • Porcelanato polido: é o tipo mais conhecido e mais utilizado de porcelanato, e possui uma superfície mais lisa. É indicado, principalmente, para áreas secas — como quarto, sala ou corredor.
  • Porcelanato esmaltado: ele recebe uma camada de esmalte e possui estampas diferentes na superfície, que pode ser áspera ou lisa.
  • Porcelanato struturato: por possuir uma superfície levemente abrasiva é perfeito para ser usado em áreas úmidas, como sauna, box de banheiro e garagem.
  • Porcelanato acetinado: esse modelo possui uma superfície acetinada com um brilho mais leve e suave, além de ser menos escorregadio que os demais.
  • Porcelanato rústico: é altamente durável e sua superfície antiderrapante é ideal para áreas externas ou úmidas.
  • Porcelanato rústico polido: garante segurança e possibilita maior trânsito de pessoas, sendo muito usado em ambientes comerciais.
  • Porcelanato antiderrapante: possui camada em alto-relevo e uma superfície não polida, sendo indicado para áreas molhadas, como borda de piscina ou box de banheiro.

Existe também o porcelanato natural, que é bastante resistente e pouco escorregadio, podendo ser utilizado em áreas comerciais e residenciais. Ele ainda possui superfície matte, o que traz para os ambientes onde é aplicado mais aconchego e conforto.

Dicas de como assentar o porcelanato

A norma NBR 15463:2013 estabelece os requisitos exigíveis para fabricação, marcação, declarações em catálogos, recebimento, inspeção, amostragem e aceitação de placas cerâmicas para revestimento do tipo porcelanato. As placas cerâmicas devem ser assentadas a seco sobre a argamassa colante estendida sobre a base. As placas cerâmicas destinadas a arremates nos encontros com obstáculos verticais devem ser cortadas mediante emprego de ferramenta com ponta de vídia ou diamante.

Para assentar o porcelanato de maneira adequada, o primeiro passo é preciso conferir se o contrapiso e o verso das peças estão limpos e secos, livres de poeira ou qualquer outro tipo de sujeira, pois eles acabam prejudicando a aderência das placas. Depois, a argamassa colante é misturada, de acordo com a quantidade de água indicada nas instruções da embalagem. Para aproveitar todas as vantagens do porcelanato e evitar problemas futuros é preciso caprichar no assentamento.

A Votorantim Cimentos oferece a  linha Votomassa de argamassas. Confira qual é a mais apropriada para assentar porcelanato.

 

Fonte: ABNT NBR 15463:2013 – Placas cerâmicas para revestimento – Porcelanato

Compartilhe esta matéria

Busca conteúdos exclusivos sobre o mercado da construção civil?

Inscreva-se grátis e
receba nossa newsletter.

X