Publicado em 17/05/2016Feicon Batimat – Loja4D é modelo de negócio que dá novos ares à revenda de material
Loja MB depois da intervenção projetada pela Loja4D: o visual do espaço, gôndolas e equipamentos trazem nova organização e novos produtos Créditos: Loja 4D

Feicon Batimat – Loja4D é modelo de negócio que dá novos ares à revenda de material

Apresentada no estande da Anamaco para a Feicon Batimat, solução muda cara da loja e aumenta vendas em 20%

O desafio era revitalizar o layout de pequenas e médias revendas do setor de material de construção, com uma solução ágil e inovadora. Foi assim que os arquitetos dos escritórios Candossim e Cabana e Design Novarejo se uniram a Fernando Teixeira e Flávio Machado para criar a Loja4D  – novo modelo de negócio lançado na Feicon Batimat 2016, exposto no estande da Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco).

Capazes de avaliar rapidamente o perfil da loja, o trabalho parte de um diagnóstico aprofundado para um planejamento preciso. Como numa brincadeira de Extreme Makeover, a rotina de vendas não é afetada – tudo é feito sem fechar as portas do ponto de comércio, que ganhará uma nova cara. “Nosso compromisso é transformar, em apenas quatro dias, a realidade da loja”, explica Margaret Candossim.

Segundo Fernando Teixeira, primeiro é feita uma análise dos fluxos da loja, medido por antenas de Wi-Fi que capturam o movimento de clientes. “Analisamos também quais categorias, segmentos e tipos de produtos estão sendo comercializados, compras por impulso, entre outras variantes. Sugerimos o mix, disposição, equipamentos e até elementos de fachada.”

Definidas as mudanças necessárias, o novo layout é executado em apenas quatro dias, com uma equipe de profissionais experientes e fornecedores certificados. O ritmo é intenso para que, no quinto dia, o atendimento esteja 100% normalizado, e com novo visual. “Entre a aprovação do orçamento e os quatro dias de execução do projeto há, no entanto, um intervalo de dois meses de planejamento”, alerta Teixeira. Nesse período, a equipe de arquitetos trabalha em montagens, como jogos de Lego, determinando comunicação visual, materiais e tecnologias que serão empregados. “É o planejamento detalhado que possibilita uma execução tão rápida.”

Os custos variam de acordo com o porte da loja, e é possível pedir um orçamento sem compromisso, enviando aos arquitetos uma planta baixa do ponto de venda e algumas fotos do local. Na região de Pinheiros, em São Paulo (SP), a loja MB teve seus 500 m2 totalmente repaginados. “Já nos primeiros dias de funcionamento pós-mudança, a MB registrou um aumento de 20% nas vendas, além de forte incremento nas categorias com maior margem de lucro”, destaca Marcos Morrone, da Design Novarejo.

Os donos da MB acreditam que em apenas oito meses terão recuperado todo o investimento feito para reformular o layout. “Levamos ao pequeno e médio varejista de material de construção a possibilidade de ter uma loja bonita e funcional, com investimento que cabe no bolso”, reforça Margaret.

Bom atendimento e consultoria na escolha dos produtos são diferenciais para revenda

Botão Site

Compartilhe esta matéria

Veja também

X