Publicado em 02/03/2013Dicas para e-commerce de materiais de construção

Dicas para e-commerce de materiais de construção

Vendas pela internet podem ser uma alternativa acessível a todo lojista

O e-commerce no Brasil já registra um público de 32 milhões de clientes e deve crescer 25% este ano, graças ao aumento da participação de pequenos varejistas. O que demonstra que as novas tecnologias de venda e marketing não são privilégios das lojas de grande porte. Além da comercialização de produtos, a Internet é uma ferramenta valiosa para a construção e divulgação da marca e ainda colabora para a gestão dos negócios.

De acordo com Oscar Fontoura Jr., sócio-diretor da Fontoura Hot Digital, “através do site é possível criar banco de dados e mailing utilizados para manter a comunicação entre loja e clientes, e informá-los sobre novidades e promoções. Os recursos tecnológicos permitem apresentação de catálogo de produtos e de vídeos de demonstração, venda por cartão e boleto e conexão com redes sociais como Facebook e Twitter”. Segundo Fontoura, é possível construir e manter um site a um custo acessível aos pequenos e médios lojistas. “O valor do investimento depende da quantidade de informações e recursos.

As soluções caseiras ou muito baratas podem sair caro, porque ‘consertar’ gera mais custos do que iniciar corretamente. É o mesmo que fundir uma enorme viga de concreto fora da medida. Era melhor ter medido antes. Um site barato é aquele que se paga e gera lucro, independente do seu preço. É comum nossa empresa ser chamada para refazer um site construído em casa ou por alguém que não teve o devido cuidado com design e conteúdo”. Portanto, a eficiência do site depende da forma como é pensado, construído e gerenciado.

Confira algumas dicas do especialista para planejar e-commerce de lojas de materiais de construção:

  • Primeiro, identifique o público e os recursos que realmente vão fazer a diferença no negócio;
  • Antes de contratar o fornecedor de tecnologia e conteúdo, acesse os sites construídos por ele e, se possível, peça informações aos clientes atendidos;
  • O site precisa ser de acesso fácil e rápido. Cuidado com o excesso de ilustrações, animações e vídeos;
  • A apresentação da loja, acompanhada por foto, deve ser breve. Certificados de qualidade concedidos por parceiros ou entidades são bem-vindos;
  • Telefone de contato e mapa de localização da loja devem estar bem visíveis e de fácil acesso;
  • A lista de produtos deve ser organizada em itens e sessões, para facilitar a consulta, com possibilidade de acesso por ordem alfabética ou preço. É importante ter uma ferramenta eficiente de catalogação e busca dos itens;
  • Opte por uma plataforma que facilite a atualização do conteúdo do site e o integre com o Facebook e o Twitter;
  • A plataforma deve garantir ambiente seguro para pagamento – com disponibilidade para emissão de boleto e uso de cartões – e recebimento;
  • O sistema de entregas tem que ser eficiente. Logística é um fator muito importante para a loja que trabalha com e-commerce.

Você conhece o VC Online? No portal Votorantim Cimentos, você realiza e acompanha seus pedidos a qualquer hora do dia.Botão Site

 

Compartilhe esta matéria

Veja também

X