Votorantim Cimentos
Mapa da Obra - E-book

Guia das redes sociais para sua loja

Baixe agora!

Publicado por Carla Rocha em 23/12/2020Controle de estoque e redução de perdas nas lojas de materiais
Empreendedor precisa estar atento para organizar o estoque e evitar futuros prejuízos desnecessários. Créditos: Shutterstock

Controle de estoque e redução de perdas nas lojas de materiais

Ter um sistema de controle de fluxo de caixa é fundamental para reunir informações relevantes para o lojista.

O gerenciamento de produtos é de extrema importância para garantir bons resultados financeiros nas lojas de materiais de construção. Porém, para muitos gestores, ainda existem algumas barreiras na hora de controlar a entrada e a saída de materiais. Isso ocorre por conta da quantidade de itens para serem vendidos que, muitas vezes, podem passar de mil, o que torna a atividade do controle de estoque ainda mais desafiadora para os gestores e funcionários do estabelecimento.

De acordo com Felipe Chiconato dos Anjos, consultor financeiro e de negócios, que também é proprietário do canal de conteúdo @chiconatof, o primeiro passo para fazer um controle de estoque eficiente é entender o motivo pelo qual está se realizando esse controle e ter em mente que muitos serão os ganhos no futuro. “Afinal, um bom controle de estoque evita rupturas (ficar sem produtos para vender), desperdício ou perdas, imobilização de capital (produto encalhado) etc.”, alerta. É importante ter em mente que fazer o controle de estoque vai dar trabalho na primeira vez, pois tudo estará bagunçado, sem classificação, terá que fazer inventário, mas quanto mais organizado estiver o estoque na loja de materiais de construção, as próximas etapas ficarão ainda mais fáceis de serem executadas com maior rapidez e menos desgaste.

Outro ponto importante para se ter um controle maior dos produtos comercializados e realizar um gerenciamento eficiente de estoque, evitando a perda de materiais na loja, é conhecer bem o fornecedor e saber quanto tempo ele leva para executar a entrega de um determinado material (chamado de tempo de ressuprimento). Com isso, é possível fazer o pedido com maior antecedência, sem esperar que o estoque do mesmo produto acabe ou chegue a data de vencimento sem tirá-lo da loja. “Não acredito que seja possível um desperdício ou perda zero, mas acho possível diminuir consideravelmente as perdas. Com sistemas e muito treinamento da equipe, este número pode cair muito”, ressalta.

Bônus: dicas para não errar no controle de estoque

Ainda de acordo com o consultor, os principais erros são: controlar por controlar, não dar importância aos detalhes, esquecer a regra do primeiro que entra é o primeiro que sai, e o pior erro de todos, que é ter um estoque que não condiz com a realidade.

  1. O que fazer para não perder produtos por validade? Neste caso é possível usar duas regras: a primeira é a regra do primeiro produto que entra no estoque deve ser o primeiro a sair; e a segunda, é o uso da curva ABC de produtos, onde você classifica os produtos pelo seu giro e ganho, dando atenção para os produtos que não podem faltar e avaliando os que precisam de mais estoque.
  2. Como melhorar a gestão utilizando sistemas? De acordo com o consultor, é possível também usar um sistema integrado. “Existem sistemas gratuitos como o Market-up que ajudam muito a controlar e gerir o estoque, mas o maior problema ainda vai ser as pessoas que operam o sistema e fazem o manuseamento dos produtos. Então, treine e mostre a importância de todos no processo”, ressalta Chiconato.
  3. Como evitar rupturas na minha loja? Para evitar as rupturas é muito importante estudar o passado, para entender o presente e, assim, projetar o futuro. Ou seja, sem informações e dados fica bem mais difícil, “mas com o passar do tempo você vai ficando melhor no que faz. Estamos em um momento atípico com a ausência de materiais, recursos e muitas fábricas fechando, mas precisamos tirar oportunidades disso”, orienta.

A sazonalidade de vendas é outro ponto de atenção quando se deseja manter o estoque da loja de materiais de construção sob controle e sem perdas de produtos, considerando o tempo de entrega dos fornecedores e a curva ABC. O primeiro deles aponta em que período sua demanda deve necessitar mais de um determinado produto, ou seja, é preciso ter atenção às projeções históricas e preparar seu estoque para atender seu consumidor. Já a última questão para o gerenciamento de estoque envolve uma pergunta bem simples: quais os produtos responsáveis por pagar suas despesas fixas? Impreterivelmente, eles são os produtos que possuem um valor mais elevado e serão aqueles que proporcionarão maior margem de lucro para a loja.



Compartilhe esta matéria
19796

Guia das redes sociais para lojas de materiais

Quero ler!

Mapa da Obra - E-book
X