Publicado em 25/11/2014Conheça as chapas cimentícias

Conheça as chapas cimentícias

Delgadas, servem para paredes leves, fachadas, e suportam o contato com água e umidades

Chapas cimentícias podem ser empregadas como divisórias de ambientes ou fechamentos de estruturas (paredes), até mesmo em fachadas. São produzidas a partir da mistura do cimento com agregados, reforçada com fibras, fios sintéticos, telas ou filamentos.

É por suportarem chuvas, ventos e variações suaves de temperatura que essas placas são muito usadas para fechar paredes no sistema estrutural steel frame (perfis metálicos leves), conta o engenheiro Luiz Tadeu Mariutti, do departamento de engenharia da Construtora Sequência – especializada nesse tipo de construção.

“Os painéis devem estar devidamente travados, e os intervalos entre perfis metálicos leves não terão mais do que 40 cm.” Sua vantagem em relação às placas de gesso acartonado é que podem ser instaladas em locais descobertos. Não são, no entanto, indicadas em obras sujeitas a movimentações de terreno e variações bruscas de temperatura.

Assim como no gesso acartonado, chapas cimentícias não recebem cargas – estas são afixadas diretamente nos perfis metálicos, e não nas chapas. Para encontrar os perfis depois de prontas as paredes, vai ser preciso ter em mãos o mesmo aparelho magnético usado no sistema dry wall para detectar metais.

Instalação simples 

A fixação é feita com parafusos posicionados nos cantos das chapas. Atente para o metal de que é feito o parafuso, a fim de evitar ferrugem pelo contato com o perfil da estrutura.

Ao fixá-los, nunca deixe alinhados os parafusos de duas chapas vizinhas. Melhor que fiquem alternados na altura, em uma e outra chapa. Isso evita que os painéis cimentícios rachem ou se quebrem.

Chapas também precisam ser posicionadas a um centímetro do chão, no mínimo, para que tenham espaço para se dilatar e contrair, de acordo com a variação da temperatura e com o grau de umidade do ar local. Entre as placas a distância é sempre de três milímetros.

Caso seja necessário serrá-las, este procedimento deve ser feito com disco de serra apropriado. Depois de instalar com uma parafusadeira, trate as juntas com primer. Há também fitas, de cinco ou dez centímetros de largura, que finalizam o tratamento.

Por fim, juntas recebem uma camada de massa específica fornecida pelo fabricante, que nivela o trecho, e outra camada de massa para acabamento. A ideia é tornar as juntas invisíveis, para que o ambiente fique mais bonito.
O acabamento final da parede poderá ser realizado após 24 horas da instalação – e a melhor opção é pintura com tinta látex, ou aplicação de texturas.

Linha completa da Votorantim Cimentos permite que você sempre ofereça o melhor cimento para seus clientes 

Botão Site

 

Compartilhe esta matéria

Veja também

X