Publicado em 05/11/2013Como conseguir a base de piso ideal

Como conseguir a base de piso ideal

Para chegar a uma base de piso perfeita, é preciso ter limpeza e seguir algumas recomendações técnicas

O contrapiso é a superfície sobre a qual se aplicam os revestimentos, sejam eles cerâmicos ou de madeira – e sua execução deve ser feita sobre uma base de piso, que pode ser laje, brita compactada ou lastro de concreto, livres de impurezas, lixos e produtos químicos. Segundo a arquiteta e urbanista Ligia Frando De Rosa, do Instituto da Construção, pode ser necessário fazer, antes, uma camada de nata de cimento que aumentará a aderência do contrapiso à sua base, se ela for pouco rugosa, ou lisa demais.

Taliscas, pequenas peças cerâmicas que servirão de guia ao nivelamento da camada de argamassa, são colocadas paralelas às paredes e sobre a laje, e assentadas com a própria argamassa usada para fazer o contrapiso. Desta forma são criadas “mestras”, ou marcações para o nível do contrapiso. Uma régua metálica facilita o nivelamento. Em seguida, a argamassa é compactada com soquete de madeira. Após a compactação, retiram-se as taliscas, e seus espaços são preenchidos com mais argamassa. Por fim, um acabamento pode ser dado com desempenadeira de madeira – ou metálica, se o acabamento for queimado. Trena e mangueira de nível também auxiliam no nivelamento, delimitando altura final do contrapiso executado.

“O ideal é fazer o contrapiso por partes, à medida que a argamassa é lançada – compactação, sarrafo e desempenadeira, sempre nesta ordem”, ressalta Ligia Rosa.

Para pisos onde haverá tráfego de veículos de passeio ou sobrecarga, é preciso verificar, antes, a necessidade de estruturar o contrapiso com malhas de aço, para evitar futuras trincas. O projeto estrutural indica o tipo (bitola) e a posição das malhas. O caimento do contrapiso também é ponto que merece máxima atenção, pois o piso final assentado seguirá sua inclinação. A função é drenar a água que se acumular sobre a superfície, direcionando-a para ralos ou grelhas próximos.

Para a melhor execução, além de equipamentos de proteção individual (EPIs), profissionais de obra precisam de carrinho de mão para transportar sacos e insumos, baldes plásticos para água, trena, mangueira de nível, enxada para lançar a argamassa, soquete de madeira para a compactação, régua metálica para sarrafear e desempenadeira de madeira ou metálica para alisar o acabamento final do contrapiso. “O traço e o tipo da argamassa variam de acordo com o revestimento que o piso receberá, e de acordo com ferramentas e equipamentos disponíveis no local”, diz a arquiteta do Instituto da Construção. O 4201 Matrix contrapiso atende a esta situação de projeto.

Veja mais na linha de produtos Matrix.

Saiba as diferenças entre o piso de concreto polido e o piso de cimento queimado 

Botão Site

 

Compartilhe esta matéria

Veja também

X