Votorantim Cimentos
Publicado em 17/10/2018Conheça os tipos de rejunte e descubra o melhor para sua obra
Os três tipos de rejunte têm variações no tempo de secagemCréditos: Shutterstock

Conheça os tipos de rejunte e descubra o melhor para sua obra

Cimentício, acrílico ou epóxi, os rejuntes têm características diferenças e são indicados de acordo com o objetivo da aplicação

Para dar o acabamento no assentamento dos revestimentos, de parede ou pisos, o rejunte é material essencial. Nas lojas de materiais de construção civil estão disponíveis três tipos: cimentício, acrílico e epóxi. “A Votorantim Cimentos tem o Rejuntamento Flexível Votomassa que é um rejunte cimentício”, afirma Lucas Harb, gerente de desenvolvimento técnico de mercado da Votorantim Cimentos.

De acordo com o gerente da companhia, o tipo mais utilizado no mercado é o cimentício. Cerca de 80% das aplicações são em cerâmica e o revestimento cimentício é o que atende sendo o mais barato e também mais fácil. “4% de uso referente ao rejuntamento acrílico e o mais ou menos, e em torno de 5%, referente ao epóxi”, complementa Harb.

A principal diferença entre eles é a composição que determina também as dimensões das juntas de dilatação que serão executadas entre as peças. O cimentício, pelas suas características, permite realizar juntas de 2 mm até 10 mm; o acrílico permite a realização de juntas de 1 mm até 4 mm; e o epóxi realiza juntas de 1 mm até 5 mm.

Em termos de aplicações, o rejuntamento cimentício é voltado para pisos, paredes, revestimentos cerâmicos em áreas externas e internas. O acrílico possui as mesmas finalidades do cimentício, só que também é adequado para revestimento de porcelanato. E o epóxi é o rejuntamento mais completo, além de ser adequado para as mesmas finalidades do cimentício e do acrílico, ele também rejunta em revestimentos para piscina. “O cimentício e o acrílico são mais fáceis de serem aplicados. O epóxi é um pouco mais complicado pela característica dele, ele tem uma absorção um pouco diferente dos outros. Mas na prática, os pedreiros hoje conseguem aplicar”, ressalta o gerente da Votorantim Cimentos.

Com relação aos tempos, o tempo de limpeza de cada um dos tipos de rejuntamento é igual. Já o tempo de secagem é variável. No caso do cimentício é de 48 horas; já para rejuntamentos acrílicos é necessário aguardar 12 horas; o rejuntamento epóxi, no entanto, é o que necessita de mais tempo de secagem, sendo necessário esperar 72 horas.

 

Dicas

  • Analise a cor do rejunte: É importante analisar, primeiro, a cor do rejunte. “Tem variação, às vezes, dependendo da marca, a gente tem a mesma nomenclatura bege, mas com variação de cores”, explica Lucas Harb. O ideal é que o usuário compre o rejunte e utilize a mesma marca até o final da aplicação dele naquele local;
  • Tempo em aberto: Depois que se adicionar a água ao rejunte, deve-se esperar, no máximo 2h para aplicar o produto.

 

Rejuntamento Flexível Votomassa

É uma argamassa à base de cimento Portland indicada para rejuntar revestimentos cerâmicos (piso e azulejo) e pedras naturais decorativas: Miracema, Goiás, Mineira, São Tomé e Canjiquinha, em pisos e paredes, com juntas de 2 a 10 mm em áreas internas e externas.

Podem ser encontrados em embalagens de 1 kg e de 5 kg nas cores: branco, bege, corda, cinza platina, cinza escuro, grafite, marrom e preto.

 

Saiba mais sobre o Rejuntamento Flexível Votomassa, o único com a qualidade Votorantim Cimentos: http://www.mapadaobra.com.br/produtos/rejuntamento/

 

 

Compartilhe esta matéria

Mais lidas

Veja também

X