Votorantim Cimentos
Publicado em 12/11/2017Grafiato: como fazer a técnica com argamassa e areia
O grafiato com argamassa e areia é uma ótima solução para quem deseja mudar a decoração sem investir em grandes reformas.Créditos: Rodrigo Bark / shutterstock.com

Grafiato: como fazer a técnica com argamassa e areia

Técnica exige pouco investimento e oferece um resultado cheio de personalidade

Se alguma parede da sua casa ou do seu escritório estiver precisando de pintura, este é o momento certo para fugir do comum e optar por uma estética com mais personalidade e técnica, afinal, a parede pode ser o ponto focal da decoração quando complementada com revestimentos, papel de parede, textura ou grafiato. O que nem todo mundo sabe, é que é possível fazer grafiato caseiro. 

Com pouco investimento é possível repaginar um ambiente interno ou externo utilizando a técnica de grafiato caseiro. A aplicação não necessita, obrigatoriamente, de mão de obra especializada, porém, aos adeptos do D.I.Y. (faça você mesmo), é importante saber que para alcançar um resultado de qualidade, é necessária expertise para riscar direito.

O grafiato apresenta um visual rústico com efeito de ranhuras. A técnica pode ser aplicada em superfícies, como alvenarias, blocos pré-moldados, drywall, madeirite, entre outros. Além de combater e impedir a umidade, ajuda também a corrigir imperfeições e trincas. Mesmo com atmosfera rústica, o resultado oferece um acabamento sofisticado e de qualidade.

Cinco dicas para quem deseja fazer grafiato caseiro:

1 – Argamassa e areia

O grafiato pode ser feito através da mistura de argamassa e granitina, porém, para quem deseja economizar e obter o mesmo resultado, utilizar areia na composição pode ser vantajoso para o bolso. Para escolher a sua argamassa, clique aqui e conheça a linha Votomassa, da Votorantim Cimentos.

2 –  Materiais necessários

Você vai precisar de:

– Desempenadeira de aço para aplicar a massa na parede;
– Desempenadeira de PVC para o efeito de grafiato;
– Espátula de aço;
– Mexedor;
– Carrinho ou bandeja para misturar a argamassa, areia e água.

3 – Grafiato colorido

Há algumas formas de obter um resultado colorido. Você pode realizar o trabalho com a argamassa em sua cor natural e depois pintar da cor que deseja com tinta específica para parede ou pode aplicar à massa o pigmento Pó Xadrez®.

Utilizar o pigmento é uma boa maneira de economizar material, mão de obra e tempo. É muito simples, basta acrescentar o pigmento na medida certa e da cor desejada na hora de fazer a massa. Lembre-se de fazer todos os testes de cor para que o resultado obtido seja o esperado.

4 – Controle de umidade

Resolver o problema de infiltração pela raiz, como precisa ser resolvido, é a solução mais adequada, porém, é comum as pessoas utilizarem o grafiato interno como estratégia em paredes que mostrem problemas com infiltração, pois suas características tornam a parede mais resistente e bonita.

5 – Aplicação

O ideal é fazer toda a área da parede de uma só vez, pois o grafiato não permite emenda. Caso seja necessário parar e recomeçar em outro momento, você pode utilizar a técnica da fita para determinar a emenda sem que fique a marca. Porém, o resultado não é garantido já que, em alguns casos, a técnica não funciona corretamente.

 

Aplicação de produtos de rejuntamento adequados evita o surgimento de fungos em ambientes úmidos.

Botão Site

Compartilhe esta matéria

Mais lidas

Veja também

X