Votorantim Cimentos
Publicado em 28/10/2014Saiba como assentar revestimento de pastilhas

Saiba como assentar revestimento de pastilhas

Aprenda a colocar a cartela de pastilhas, e ficarão como se fossem assentadas uma a uma

A aplicação do  revestimento de pastilhas é muito semelhante aos serviços gerais de assentamento cerâmico. É preciso dar atenção especial ao espaçamento entre as folhas de pastilhas, e também à pressão aplicada sobre elas – o que serve para melhorar sua aderência ao substrato.

Caso um lado seja mais pressionado que outro, pode haver diferença na altura entre as pastilhas, o que prejudicaria o acabamento final regular da superfície. Como em qualquer serviço que utilize produtos industrializados, é recomendável seguir estritamente as orientações do fabricante da argamassa colante sobre a dosagem de água, tempo e procedimento de mistura, tempo em aberto, depois de aplicada a massa, entre outros.

Confira na galeria os procedimentos recomendados para assentamento de pastilhas.

Apoio técnico: José Hilton Celso Da Silva, técnico do laboratório da Votorantim Cimentos.

Após consultar consumidores e profissionais do setor, Votorantim Cimentos apresenta grande inovação com cinco tipos de cimento.Botão Site
  • Serão necessários: régua de alumínio, lápis de pedreiro, misturador, desempenadeira metálica, esquadro, nível de bolha, fio de náilon, colher de pedreiro, esponja, masseira, trincha, balde graduado e martelo de borracha. Os equipamentos de proteção individual necessários são capacete, luvas de PVC, protetor auricular, máscara e óculos de proteção – Foto: Marcelo Scandaroli
  • Com a Argamassa Colante Votomassa de uso interno e externo, específica para pastilhas, adicione 3,9 litros de água a cada saco de 20 kg do produto. Basta misturar, antes de começar a aplicação – Foto: Marcelo Scandaroli
  • A mistura pode ser feita em um balde, com misturador acoplado em furadeira de baixa rotação – Foto: Marcelo Scandaroli
  • Utilizando a trena, pregos e o fio de náilon, defina linhas de referência para o assentamento das pastilhas – Foto: Marcelo Scandaroli
  • Despeje a argamassa na masseira. Deve estar com consistência macia, pastosa e sem pelotas – Foto: Marcelo Scandaroli
  • Com o lado liso da desempenadeira metálica, espalhe a argamassa na parede, de baixo para cima, sentido vertical – Foto: Marcelo Scandaroli
  • Repita o movimento, no sentido horizontal, ainda com a parte reta da desempenadeira – Foto: Marcelo Scandaroli
  • Com o lado denteado da desempenadeira, faça os cordões, sempre na horizontal – Foto: Marcelo Scandaroli
  • É possível aplicar argamassa numa área maior, mas atenção para o tempo em aberto da mistura. Verifique essa informação na embalagem do produto – Foto: Marcelo Scandaroli
  • Se optou por aplicar argamassa além da altura determinada pela linha, não se esqueça de recoloca-la no lugar, antes de começar a assentar as pastilhas – Foto: Marcelo Scandaroli
  • Comece, então, a assentar as pastilhas – Foto: Marcelo Scandaroli
  • A linha de referência deve indicar a altura de uma folha de pastilhas. Ao assentar, siga a orientação de alinhamento horizontal – o nível – determinado pela linha – Foto: Marcelo Scandaroli
  • Uma vez que a folha de pastilhas estiver devidamente posicionada, utilize a desempenadeira de borracha para pressioná-la contra a parede, proporcionando melhor aderência ao substrato – Foto: Marcelo Scandaroli
  • Certifique-se de repetir a operação em toda a superfície da folha de pastilhas, proporcionando aderência homogênea – Foto: Marcelo Scandaroli
  • Prossiga, então, com o assentamento das demais folhas – Foto: Marcelo Scandaroli
  • Atente para o distanciamento entre as folhas. Para criar a impressão de que as pastilhas foram assentadas individualmente, a distância entre as folhas deve ser igual à distância entre as pastilhas – Foto: Marcelo Scandaroli
  • A cada folha assentada, pressione a desempenadeira de borracha para proporcionar maior aderência – Foto: Marcelo Scandaroli
  • Quando o assentamento estiver concluído, a impressão será de que não há divisão entre as folhas – Foto: Marcelo Scandaroli
  • O rejuntamento é feito com a desempenadeira de borracha e a mesma argamassa usada para o assentamento – Foto: Marcelo Scandaroli
  • O rejunte é aplicado no sentido diagonal, de baixo para cima, ou de cima para baixo, ao longo de toda a superfície – Foto: Marcelo Scandaroli
  • Depois, aplique a argamassa no sentido horizontal – Foto: Marcelo Scandaroli
  • A finalidade é garantir que todos os espaços entre as pastilhas foram devidamente preenchidos – Foto: Marcelo Scandaroli
  • Procure deixar a superfície o mais limpa possível, mas lembre-se de que ao término da aplicação do rejunte será necessário fazer a limpeza do local – Foto: Marcelo Scandaroli
  • Para a limpeza, umedeça uma esponja em água limpa – Foto: Marcelo Scandaroli
  • Passe a esponja sobre toda a superfície, em movimentos circulares. Não é necessário fazer muita força – Foto: Marcelo Scandaroli
  • Para o início da limpeza, é necessário aguardar tempo suficiente para que a argamassa já esteja devidamente aderida às bordas das pastilhas (a embalagem indicará o tempo de espera). É importante limpar, no entanto, antes que a argamassa esteja completamente seca, ou será impossível removê-la das pastilhas – Foto: Marcelo Scandaroli
  • Para concluir a limpeza, passe um pano úmido sobre toda a superfície, removendo os resíduos de argamassa – Foto: Marcelo Scandaroli
  • Esta deve ser a aparência final da superfície após a conclusão do serviço – Foto: Marcelo Scandaroli
Compartilhe esta matéria

Mais lidas

Veja também

X