Votorantim Cimentos

Inscreva-se grátis e receba nossa newsletter.

Publicado em 21/01/2019Pisos cimentícios drenantes para áreas externas
Uma ótima alternativa em obras públicas atendendo a questões de impermeabilização urbana.Créditos: Shutterstock

Pisos cimentícios drenantes para áreas externas

Entre as suas principais funções está a de facilitar o escoamento da água através dos seus componentes

O pavimento permeável ou piso cimentício drenante é um concreto não estrutural e com alta porosidade, devido à ausência de agregado miúdo (areia) em sua composição que vem ganhando adeptos a cada dia quando o assunto é construção civil devido as suas qualidades e sustentabilidade, pois entre as suas principais funções está a de facilitar o escoamento da água através dos seus componentes.   

O piso drenante é indicado para diversos tipos de obra, mas é amplamente utilizada em áreas externas que sofrem mais com intempéries climáticas a degradação em decorrência de chuvas e alagamentos. Segundo a professora Andreia Azeredo Nince, do curso de Engenharia Civil do Instituto Mauá de Tecnologia a  aplicação é regida pela Norma NBR ABNT 16.416: 2015 que estabelece as especificações para esse tipo de pavimento. “Sua aplicação é ideal para drenagem, filtros biológicos, paredes e muros de gravidade, e enchimento de lajes” orienta Andreia.  Além disso, a maioria das peças é produzida com material antiderrapante que minimizam problemas com quedas e por esse motivo é muito utilizado em obras públicas ou áreas de grande circulação como, por exemplo, quadras, calçadas, além de jardins, estacionamentos, parques e shoppings.

Existem dois tipos de pisos cimentícios drenantes, são eles: O comum é produzido, na maioria das vezes, de cimento em placas intertravadas que garantem a passagem da água com facilidade. A segunda opção é feita à base de resina altamente drenante (também conhecido como fulget) e que é produzido no próprio local. O pavimento permeável é uma opção cada vez mais utilizada na Construção Civil, pois auxiliam no escoamento da água, evitando enchentes e alagamentos incentivando a sustentabilidade nas construções por ser oito vezes mais permeável ele é uma ótima alternativa em obras públicas ajudando a minimizar problemas e questões de impermeabilização urbana.

Vantagens

Sustentabilidade

Antiderrapante

Auxilia no escoamento da água

Desvantagens

Não pode ser bombeado

Difícil aplicação/compactação

Exige manutenção constante

Dicas e cuidados na aplicação

Espalhá-lo em camadas de forma homogênea por toda a área a ser concretada, compactar bem cada camada e ao término da concretagem, cobri-lo com lona plástica para evitar evaporação precoce da água do traço. A concretagem deve ser realizada de forma contínua, sem interrupções para evitar juntas de concretagem. Também é importante realizar a cura para evitar a evaporação precoce da água do traço. É sempre bom evitar concretagens em dias muito quentes (≥ 35ºC) com baixa umidade (≤ 50%) e com muito vento (≥ 30 m/s). Por ser um concreto altamente poroso, composto apenas por cimento, brita, água e aditivo, ele não apresenta fluidez. Por esta razão, não pode ser bombeado, é de difícil aplicação e compactação.

Um ponto importante a ser destacado é que a instalação desse tipo de material deve ser realizada por um profissional qualificado a fim de evitar problemas e gastos futuros com manutenção. Além disso, este piso exige limpeza periódica para eliminar a deposição de materiais finos nos poros, que gradativamente dificultam/eliminam sua capacidade drenante.

Saiba mais sobre o Whitetopping, um tipo de cobertura à base de concreto evita aparecimento de novos buracos: https://www.mapadaobra.com.br/negocios/grandes-obras/whitetopping-recupera-pavimentos-asfalticos-com-mais-durabilidade/

 

 

 

Compartilhe esta matéria

Busca conteúdos exclusivos sobre o mercado da construção civil?

Inscreva-se grátis e
receba nossa newsletter.

X