Votorantim Cimentos
Mapa da Obra - E-book

Armazenamento de materiais no canteiro: como organizar

Confira as dicas para estocar os materiais de forma correta e evitar danos e perdas de produtos em canteiro de obras

Publicado em 03/09/2018Cuidados com instalações elétricas no canteiro de obras
Instalações elétricas temporárias devem seguir regulamentações da NR 10Créditos: Shutterstock

Cuidados com instalações elétricas no canteiro de obras

Projeto elétrico deve seguir determinações da NR 10 para garantir segurança aos profissionais

Durante qualquer tipo de obra de construção é necessário executar instalações elétricas temporárias. Para que essas instalações não apresentem qualquer tipo de risco aos profissionais que estão trabalhando no local e ao entorno, o primeiro passo é garantir que sejam executadas conforme projeto elétrico que atenda às disposições exigidas na Norma Regulamentadora 10 (NR 10) – Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade.

De acordo com Bruno Maranhão, diretor executivo da Associação Brasileira dos Revendedores e Distribuidores de Materiais Elétricos (ABREME), garantir que o profissional que fará o serviço seja legalmente habilitado é imprescindível. “O choque elétrico é uma das principais causas de acidentes graves e fatais, por isso, é muito importante que as instalações elétricas provisórias em canteiros de obras sejam executadas por profissionais qualificados”, alerta.

 

Materiais para executar as instalações elétricas no canteiro de obras

  • Dispositivo Diferencial Residual (DR): responsável pela proteção das pessoas e animais contra choques elétricos por proteger, especificamente, contra corrente de fuga;
  • Aterramentos temporários e permanentes: “Toda a instalação, peça e equipamento que não faça parte dos circuitos elétricos, mas que, eventualmente, possa ficar sob tensão, deve ser aterrado, desde que esteja em local acessível a contatos”, reforça Maranhão;
  • Conexões dos eletrodos: desde que não provoquem problemas de corrosão e afetem a resistência de contato, as quais recomenda-se que sejam periodicamente inspecionados, também devem ser instalados;
  • Quadros de distribuição: responsáveis por garantir a proteção dos componentes elétricos contra poeira, umidade, impactos e etc. “Muito importante que a obra tenha placas de sinalização de advertência alertando sobre os riscos presentes naquele local”, alerta o representante da ABREME;
  • Itens gerais: eletrodos e calhas para proteger os condutores; condutores com dupla isolação nas extensões; plugs; tomadas blindadas e iluminação provisória com proteção contra impacto nas área de corte e dobra de ferragem; carpintaria etc.
  • Itens complementares: detectores de tensão do tipo chave de fenda; fitas isolantes e ferramentas isoladas nas tarefas realizadas em adjacência de peças sob tensão até 1000V em corrente alternada (valor efetivo) ou 1500V em corrente contínua;
  • Barreiras, invólucros, tapetes, luvas isolantes, banquetas isoladas, bastão de resgate e detectores devem ser adquiridos de acordo com a tensão dos circuitos de trabalho e zonas de aproximação conforme NR-10, de acordo com Maranhão;
  • Extintores de incêndio: para equipamentos e instalações elétricas energizadas não podem ser de espuma, nem água, portanto, deve-se ter disponível extintores de pó químico ou gás carbônico;
  • Para finalizar, os Equipamentos de Proteção Individual (EPI) tais, como: capacete, bota (sem biqueira de aço), luvas isolantes com luva de vaqueta e óculos de segurança.

 

Riscos de uma instalação feita de forma incorreta

De acordo com Bruno Maranhão, podem ocorrer diversos acidentes em uma instalação provisória. “Existem acidentes que ocorrem onde o instalador, por não saber reconhecer a voltagem de acordo com as cores específicas em plugs e tomadas, acaba por fazer uma conexão errada, ou o eletricista que acha que está seguro porque há um DR (Dispositivo Diferencial Residual) no circuito, entretanto, o dispositivo instalado inadequadamente, não atua e o eletricista acaba por sofrer danos por choque elétrico”, exemplifica.

Outros cuidados envolvem riscos também graves. Na instalação da iluminação provisória do canteiro de obra, quando feita com emendas no cabo elétrico e não isolada, pode causar acidentes se uma escada metálica encostar no fio, provocando mortes de trabalhadores ao ter contato indireto com a escada acidentalmente eletrificada.

 

Uso de cimentos inibidores, adição de escória, pozolana ou sílica ativa direto no concreto podem mitigar a reação álcali-agregado.

Botão Site

 

 

Compartilhe esta matéria

Dicas para armazenamento de materiais

Baixe o e-book grátis e descubra como os materiais e produtos devem ser armazenados em canteiro

Mapa da Obra - E-book
X