Votorantim Cimentos
Publicado em 07/11/2018Bloco de concreto x Bloco de concreto celular
Blocos de concreto devem permanecer paletizados no canteiro de obrasCréditos: Shutterstock

Bloco de concreto x Bloco de concreto celular

Normativas auxiliam para identificar as principais características de cada um dos blocos

Os blocos são fundamentais para qualquer tipo de obra, com finalidades estruturais ou apenas de vedação. Mais leve do que o bloco de concreto comum, o bloco de concreto celular autoclavado tem apresentado um excelente desempenho como isolante térmico e, além disso, é leve – porém, na maioria dos casos é utilizado só para vedação.

Em paralelo, na alvenaria estrutural, o bloco de concreto convencional também é muito utilizado e, diferentemente do bloco de concreto celular autoclavado, pode ser capaz de suportar todas as cargas da construção – a depender de diversos fatores, como sua disposição na parede e indicadores de resistência.

Abaixo, seguem as principais características do bloco de concreto convencional e do bloco de concreto celular autoclavado, de acordo com as suas normas:

 

  1. Bloco de Concreto – de acordo com a ABNT NBR 6136:2016 – Versão Corrigida:2016 – Blocos vazados de concreto simples para alvenaria – Requisitos

 

O que é?

Bloco vazado de concreto simples: Componente para execução de alvenaria, com ou sem função estrutural, vazado nas faces superior e inferior, cuja área líquida é igual ou inferior a 75% da área bruta;

Blocos tipo canaleta: Componentes de alvenaria, vazados ou não, com conformação geométrica, criados para racionalizar a execução de vergas, contravergas e cintas;

 

Quais as dimensões nominais? Dimensões especificadas pelo fabricante para largura, altura e comprimento. Exemplo: 190 mm x 190 mm x 390 mm (largura, altura e comprimento).

Confira a tabela de dimensões nominais, considerando que foi realizada com medida nominal (mm):

 

 

Família 20 x 40 15 x 40 15 x 30 12,5 x 40 12,5 x 25 12,5 x 37,5 10 x 40 10 x 30 7,5 x 40
Largura 190 140 140 115 115 115 90 90 65
Altura 190 190 190 190 190 190 190 190 190
Inteiro 390 390 290 390 240 365 390 290 390
Meio 190 190 140 190 115 190 140 190
2/3 240 190
1/3 115 90
Amarração “L” 340
Amarração “T” 540 440 365 290
Compensador A 90 90 90 90 90
Compensador B 40 40 40 40 40
Canaleta inteira 390 390 290 390 240 365 390 290
Meia Canaleta 190 190 140 190 115 190 140

 

Observações da tabela:

  • As tolerâncias permitidas nas dimensões dos blocos indicados nessa tabela são de, aproximadamente, ±2,0 mm para a largura e, aproximadamente, ±3,0 mm para a altura e para o comprimento;
  • Os componentes das famílias de blocos de concreto têm sua modulação determinada de acordo com a ABNT NBR 15873;
  • As classificações: inteiro, meio, 2/3, 1/3, amarração “L”, amarração “T”, compensador A, compensador B, canaleta inteira e meia canaleta; dizem respeito ao comprimento.

 

Como estocar? Devem ser mantidos paletizados.

 

Qual a resistência à compressão? De 3 MPa a 30 Mpa. (bloco classe C >= 3 MPa)

 

  1. Bloco de concreto celular autoclavado – de acordo com a ABNT NBR 13438:2013 – Blocos de concreto celular autoclavado — Requisitos

 

O que é? Concreto leve, obtido através de um processo industrial, constituído por materiais calcários (cimento, cal ou ambos) e materiais ricos em sílica, granulados finamente. Esta mistura é expandida através da utilização de produtos formadores de gases, água e aditivos, se for o caso, sendo submetidos à pressão e temperatura através de vapor saturado. O concreto celular autoclavado contém células fechadas, aeradas e uniformemente distribuídas.

 

 

Como se compra? Metro cúbico (m³), metro quadrado (m²) ou número de blocos de CCA.

 

Qual o formato? Paralelepípedo retangular.

 

Quais as dimensões nominais? Espessura > 75 mm; altura > 200 mm; comprimento > 200 mm.

 

Como estocar: Ao serem recebidos na obra, devem ser armazenados em local coberto, seco e ventilado.

 

Quais as considerações de Resistência à compressão (seca)?

Classe Valor médio mínimo em MPa Menor valor isolado em Mpa
C 12 1,2 1,0
C 15 1,5 1,2
C 25 2,5 2,0
C 45 4,5 3,6

 

Outras normas sobre o tema:

  • ABNT NBR 15961-1:2011 – Alvenaria estrutural — Blocos de concreto – Parte 1: Projeto;
  • ABNT NBR 15961-2:2011 – Alvenaria estrutural — Blocos de concreto – Parte 2: Execução e controle de obras;
  • ABNT NBR 16522:2016 – Alvenaria de blocos de concreto – Métodos de ensaio;
  • ABNT NBR 14956-1:2013 – Blocos de concreto celular autoclavado — Execução de alvenaria sem função estrutural – Parte 1: Procedimento com argamassa colante industrializada;
  • ABNT NBR 14956-2:2013 – Blocos de concreto celular autoclavado — Execução de alvenaria sem função estrutural – Parte 2: Procedimento com argamassa convencional;
  • ABNT NBR 13440:2013 – Blocos de concreto celular autoclavado — Métodos de ensaio;
  • ABNT NBR 8522:2017 – Concreto – Determinação dos módulos estáticos de elasticidade e de deformação à compressão.

 

Agora, saiba mais sobre as diferenças entre o bloco de cerâmico e o bloco de concreto: http://www.mapadaobra.com.br/inovacao/bloco-ceramico-ou-de-concreto/

 

 

Compartilhe esta matéria

Mais lidas

Veja também

X