Publicado em 09/06/2015Atendimento odontológico no canteiro de obra

Atendimento odontológico no canteiro de obra

Consultórios odontológicos móveis chegam aos canteiros de obra de São Paulo

Falta de tempo e dinheiro não é mais desculpa para não ir ao dentista. Algumas construtoras, em parceria com o Serviço Social da Construção Civil do Estado de São Paulo (Seconci-SP), estão levando os dentistas até o canteiro de obra: são os consultórios odontológicos móveis.

Uma vez por mês, trabalhadores são atendidos de graça, no horário do expediente. Na consulta, a higiene bucal é analisada, e se algum outro tratamento precisa ser realizado. Tudo é feito na hora, dentro do canteiro de obra. “Pacientes recebem tratamentos de limpeza, obturações e até mesmo cirurgias mais simples. Em casos mais complexos, como do uso de próteses, ele é encaminhado para o Seconci-SP”, afirma Roberto Matos, presidente da Exto Incorporadora e Construtora, empresa integrante do programa. Até o final do ano, a Exto quer levar atendimento a mais de mil funcionários e colaboradores diretos e indiretos.

O atendimento prestado é pago pelo empregador. São feitos ainda curativos anódinos, para reduzir sensação de dor, e outros atendimentos de emergência – restaurações e extrações. Os problemas mais recorrentes são cáries por má escovação diária. Assim, obturações são os procedimentos mais comuns, além de tratamentos para gengivas inflamadas.
Dados de uma pesquisa do Seconci-SP realizada no ano passado reforçam a necessidade de cuidados. De acordo com o estudo, 58,05% dos trabalhadores da construção entrevistados apresentavam higiene bucal regular, enquanto o percentual considerado bom era de apenas 23,15%.

A avaliação entrevistou 560 ajudantes, pedreiros e eletricistas de sete canteiros de obras em São Paulo, e constatou que os problemas mais comuns eram cáries, necessidade de extrações e as próteses dentárias. “Problemas bucais podem resultar em urgências odontológicas que impactam na qualidade de vida e na produtividade no trabalho, ou comprometem relacionamentos sociais”, explica Jefferson Podestá Brandão, dentista e gerente de odontologia do Seconci-SP. “Nem todos sabem, mas um processo infeccioso instalado na boca pode ser a porta de entrada para que bactérias caiam na corrente sanguínea causando problemas cardíacos.”

Prevenção no canteiro de obra, o melhor remédio

Os dentistas do Seconci-SP também trabalham na divulgação de medidas preventivas e de boas práticas de higiene para manter a saúde bucal em dia. São palestras sobre escovação, prevenção do câncer de boca e dicas de hábitos alimentares saudáveis, segundo informa a entidade.
Uma cartilha também é distribuída com dicas sobre a importância da saúde bucal, informações de escovação e o correto uso do fio dental. O documento pode ser baixado gratuitamente pela internet. Para empresas da construção, contribuintes ou não do Seconci-SP, ainda não integradas ao programa odontológico, o Seconci-SP disponibiliza um contato direto para tratar do tema. Só em 2014, as unidades móveis da entidade foram responsáveis por mais de 2.144 atendimentos, em 96 obras da capital paulista.

Foto: Divulgação EXTO

Confira também texto sobre guia que traz orientações para segurança nos canteiros de obras 

Botão Site

Compartilhe esta matéria

Veja também

X