Publicado em 28/05/2013Atenção dobrada à estrutura de concreto armado

Atenção dobrada à estrutura de concreto armado

Para evitar falhas, posicione elementos estruturais e de fundação no lugar exato

Construção é coisa séria, ainda mais quando o assunto é estrutura de concreto armado. São os cuidados na execução que conferem durabilidade e perfeição ao sistema, sem rachaduras, fissuras, descolamentos e corrosão das armaduras. Os pedreiros têm, portanto, papel fundamental na qualidade. A orientação de seus serviços define a redução do desperdício de materiais e evitam até mesmo ações na justiça contra os construtores, por defeitos que surjam depois da conclusão da obra – alguns podendo gerar graves acidentes.

Para o engenheiro civil Ercio Thomaz, pesquisador do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT), um dos principais problemas é o posicionamento incorreto de pilares e fundações (sapatas, estacas e brocas). “Para evitá-los, é preciso verificar se fôrmas e armaduras estão posicionadas de acordo com o projeto. Caso contrário, o edifício poderá até ruir”, alerta o pesquisador.

Outra dica é que fôrmas estejam bem travadas, para evitar vazamento do concreto líquido. Ao montá-las, é importante utilizar pregos de carpinteiro (duas cabeças) ligeiramente inclinados, para fixar melhor a vedação. “Também é essencial aplicar material desmoldante à parte interna da fôrma, para que o concreto não grude nela, na hora de desinformar.

Fôrmas mal feitas podem abrir durante a concretagem, produzindo estufamentos em pilares, vigas e paredes – e o resultado disso é desperdício de material, retrabalho e excesso de carga (peso) sobre as estruturas”, afirma. Para ver mais dicas do engenheiro Ercio Thomaz sobre os cuidados com a estrutura de concreto armado, leia matéria completa do Jornal do Pedreiro.

 

Após consultar consumidores e profissionais do setor, Votorantim Cimentos apresenta grande inovação com cinco tipos de cimento.

Botão Site

Compartilhe esta matéria

Veja também

X