Votorantim Cimentos
Publicado em 01/03/2016Concretagem de pisos de garagem pedem controle rígido das etapas da obra
O piso da garagem precisa ser dimensionado por um engenheiro, para garantir sua durabilidade devido à carga imposta pelos veículos e tráfego

Concretagem de pisos de garagem pedem controle rígido das etapas da obra

Estruturais, garagens devem ter planicidade e resistência para suportar peso e tráfego de veículos. Confira dicas de planejamento e de execução

Pisos de garagem devem ser resistentes ao tráfego de veículos e duráveis. Por isso, sua concretagem, durante a execução, requer olho rigoroso e controle de todas as etapas. Primeiro, é indicado ter em mãos um planejamento detalhado do processo de execução, horário de início e de término de cada etapa, necessidade ou não de isolar o tráfego no sistema viário local, próximo ao condomínio, além de entrada e saída de caminhões-betoneira e volumes de concreto a receber.

Com o plano em mãos, o construtor verifica com a concreteira como será feito o descarregamento do concreto – diretamente sobre a área de piso, pelo caminhão betoneira, ou com uso de uma bomba. “Também é necessário certificar-se de que o local por onde a betoneira vai trafegar é seguro”, alerta o Consultor de Pesquisa, Desenvolvimento e Qualidade da Votorantim Cimentos, Luiz de Brito Prado Vieira.

O concreto que chega ao canteiro deve ser aplicado de acordo com as normas vigentes, por isso, transporte e descarregamento não podem ultrapassar o tempo total de duas horas e meia (150 minutos). Antes mesmo de despejar o material sobre o contrapiso, a armação deve estar bem posicionada, de acordo com o indicado no projeto. “Assim como qualquer concreto estrutural, o piso da garagem precisa ser dimensionado por um engenheiro, isso garantirá ter um piso durável, já que o peso e a ação dos veículos trafegando no local precisa ser suportado pelo piso”, explica Luiz de Brito.

Ventos, calor e baixa umidade do ar podem aumentar a taxa de evaporação da água do concreto e causar fissurações por retração. Atender a todas as normas ajuda a contornar essas dificuldades.

Hora de concretar

Um equipamento com laser pode ajudar, na hora da concretagem, a fazer um serviço bem mais preciso, tanto no adensamento, quanto no nivelamento da superfície do material. Até seis horas depois de despejar o concreto, máquinas farão o acabamento da superfície, que poderá ser muito lisa ou rústica, para posterior pintura – mas sem resíduos nem ondulações. A pintura, quando existe, é feita com tinta epóxi que, por destacar imperfeições da superfície, só poderá ser aplicada se o concreto estiver muito bem nivelado.

Os chamados perfilômetros, aparelhos que medem a regularidade da superfície, reforçam a fiscalização visual do resultado, a ser feita pelos engenheiros da obra, quando for necessário obter alto nível de planicidade do piso. De forma geral, piso de concreto bom é piso sem falhas, desníveis, trincas ou fissuras.

Compartilhe esta matéria

Mais lidas

Veja também