Votorantim Cimentos
Publicado em 24/08/2016Com peso reduzido e montagem rápida, lajes alveolares são ideais para grandes vãos
Lajes alveolares possuem alvéolos que reduzem o peso final da peça e funcionam como um sistema de ventilação

Com peso reduzido e montagem rápida, lajes alveolares são ideais para grandes vãos

Uso do sistema contribui para o conforto térmico e acústico do empreendimento e racionaliza a construção

A laje alveolar é formada por painéis pré-moldados de concreto protendido, conformados com aberturas longitudinais (ou alvéolos) no interior. Esses “vazios” são responsáveis por reduzir o peso final da peça e, como consequência, diminuir a carga sobre a estrutura. Tem como principal característica a capacidade de vencer grandes vãos, entre 6 e 16 m², sendo fornecida em painéis com espessuras de 12 a 50 cm.

Versátil, a solução é ideal para edificações de grande porte, como plantas industriais, supermercados e outros estabelecimentos comerciais. Não é muito comum em obras residenciais. Sua escolha é condicionada a um estudo de viabilidade, que considera logística, terreno e acessos para transporte e montagem.

Conforto térmico e acústico

A utilização das lajes alveolares em edificações que buscam o melhor desempenho térmico e acústico é uma realidade. O isolamento é garantido pelos alvéolos, que atuam como um sistema de ventilação, reduzindo o funcionamento de equipamentos de climatização. Podem contribuir para a economia de até 30% de energia. Também atendem à ABNT NBR 15.575 quanto aos requisitos mínimos para combater ruídos (de impacto e aéreos) e propagação de chamas e fumaças.

Racionalização

O uso desse elemento também está associado à racionalização da construção. Por ser uma estrutura autoportante, dispensa escoramentos. É apoiada diretamente nas vigas, que podem ser pré-moldadas, metálicas ou moldadas no próprio canteiro. Elimina quase por completo serviços de carpintaria, armação e revestimento, garantindo mais velocidade e produtividade à obra.

É possível, ainda, destacar a facilidade de transporte e armazenamento. Enquanto um sistema tradicional de laje recebe diversos componentes (como vigotas, armaduras e escoras) e pede amplo local para estocagem, a laje alveolar tem distribuição apenas dos painéis, que são descarregados por guindaste da própria obra.

Fabricação                                                                        

As lajes alveolares precisam estar em conformidade com a ABNT NBR 14.861 – Lajes alveolares pré-moldadas de concreto protendido – Requisitos e procedimentos. E o processo de fabricação deve obedecer a etapas específicas para conceber um produto em condições adequadas.

O preparo da pista de aço (150 x 1,25 m) abrange limpeza e distribuição das cordoalhas de aço. O concreto, preparado em uma usina misturadora, é aplicado geralmente por máquina extrusora, garantindo o acabamento superior e lateral da peça, além da cobertura das cordoalhas. No momento da concretagem, é necessário fazer a marcação das dimensões dos painéis (de acordo com a demanda do projeto).

Após a cura a vapor do concreto – que demora oito horas –, recomenda-se verificar a resistência mínima para a desforma (21 MPa). Em seguida, a peça é encaminhada para o corte, feito por serra diamantada refrigerada com água. Por fim, os painéis são retirados das pistas e passam por verificação.

O transporte até a obra é realizado por caminhões, sendo que o armazenamento nos veículos deve ser calçado por sacos de areia ou placas de madeira para evitar tensões não previstas no projeto.

 

Saiba mais: Cimento Obras Estruturais, da Votorantim Cimentos, é ideal para lajes, pilares, vigas e fundações

Fique por dentro:  ABNT NBR 14.859 para lajes pré-fabricadas de concreto foi revisada

Compartilhe esta matéria

Mais lidas

Veja também