Votorantim Cimentos
Publicado em 25/04/2018Quais as alternativas para rentabilizar investimentos sobre capital?
Tesouro Direto, CDB, Fundos de Investimentos e ações: melhor alternativa depende do perfil do investidorCréditos: Shutterstock

Quais as alternativas para rentabilizar investimentos sobre capital?

Escolha por aplicação deve seguir perfil de investidor com relação à sua tolerância ao risco

Escolher os melhores investimentos para realizar uma aplicação financeira não é tarefa fácil e nem exata. Porém, uma das soluções para alavancar o capital próprio das empresas é investir esse dinheiro no mercado de capitais. Dessa forma, ao adquirir um terreno, por exemplo, a incorporadora poderia utilizar o retorno advindo desses recursos aplicados para compra-lo.

O melhor investimento, no entanto, depende do perfil do investidor e, também, do objetivo daquela aplicação. Os investidores são classificados, basicamente, em três tipos de perfis: conservadores, moderados e agressivos. O primeiro possui baixa tolerância ao risco, preferindo realizar investimentos mais seguros; o segundo tem uma tendência ao equilíbrio, mesclando investimentos seguros com outros que possuem uma rentabilização mais alta, porém, são mais arriscados; e o terceiro, por final, é aquele que tem alta tolerância ao risco e investe, preferencialmente, nas aplicações que podem dar maior lucro.

“Cada incorporadora vai, dependendo do seu fluxo de caixa e de prazos, fazer seu planejamento. Vai verificar qual é seu capital disponível para aplicar e buscar no mercado financeiro entre os instrumentos que existem”, ressalta Eduardo Zaidan, vice-presidente de Economia do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP).

 

Algumas modalidades para aplicação

Ações: Conhecidas por apresentarem um alto risco, esse tipo de investimento também pode fornecer uma alta rentabilidade, em sua contrapartida. As ações consistem em papéis que representam pequenos pedaços de uma empresa. Logo, quando o investidor compra uma ação está, automaticamente, adquirindo uma parcela do capital social daquela companhia que possui capital aberto. Para que seus investimentos cresçam, no entanto, é preciso que a empresa se valorize, por isso o risco é considerado alto.

CDB: Os Certificados de Depósito Bancário (CDB) são títulos privados representativos de depósitos a prazo feitos por pessoas físicas ou jurídicas. De acordo com informações do Banco Central do Brasil, podem emitir CDB os bancos comerciais, múltiplos, de investimento, de desenvolvimento e a Caixa Econômica Federal.

Tesouro Direto: Os títulos de dívida pública são considerados investimentos de baixo risco, porque o seu credor é o próprio Governo. Ou seja, não acredita-se que esse título deixará de ser pago no prazo de seu vencimento. Como funciona o mercado, quanto mais baixo o risco, mais baixo também será o retorno, logo, essa modalidade não oferece altas taxas de rentabilidade como algumas ações, por exemplo.

Os títulos públicos podem ser prefixados ou pós-fixados. No primeiro caso, a rentabilidade é definida no momento da compra do título. Ou seja, o investidor sabe o valor que será retirado na data do vencimento do título. No segundo caso, os títulos possuem seu valor corrigido por um indexador no momento do resgate. Portanto, seu resultado fica atrelado ao desempenho do indexador e da taxa contratada na hora da compra.

Fundos de Investimento: Ainda, no que tange às classificações, o Banco Central do Brasil considera os Fundos de Investimento como “uma comunhão de recursos, constituída sob forma de condomínio, destinado à aplicação em ativos financeiros no mercado financeiro e de capitais”.

A sua remuneração é variável, de acordo com os rendimentos dos ativos financeiros que compõem o fundo. Também não há, normalmente, garantia de que o valor resgatado será superior ao valor aplicado. Vale ressaltar que o funcionamento dos fundos de investimento depende de prévia autorização da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Referência: Banco Central do Brasil

Argamassa projetada: confira os benefícios para construção 

Botão Site

 

Compartilhe esta matéria

Mais lidas

Veja também

X