Votorantim Cimentos
Publicado em 24/02/2015Botas de segurança

Botas de segurança

Em PVC, borracha ou couro, há uma bota para cada tipo de risco nos canteiros; identifique a sua

Na hora de trabalhar, não coloque seus pés em qualquer lugar. Para ter segurança, é preciso usar a bota certa, no lugar certo. Sabe como? Calçados de segurança se diferenciam exatamente pela atividade ou tipo de trabalho a que se destinam, explica o supervisor da área de segurança do trabalho do Serviço Social da Construção Civil do Estado de São Paulo (Seconci-SP), Rodrigo Bós Arruda.
“Para cada risco, um determinado calçado”, reforça.
E os riscos do canteiro de obras são vários: “Perfuração e abrasões, choque elétrico, impactos e torções, agentes químicos, temperaturas e ataque de animais peçonhentos – cobras, aranhas”, enumera o especialista. De PVC, couro, borracha ou materiais isolantes térmicos, quem está exposto a impactos, deve ter um calçado resistente para isso; quando o problema é a umidade excessiva, a bota tem que ser impermeável.
Acompanhe detalhes de cada tipo, e quando são usados:
Botas de PVC injetado
O cano pode ser curto, médio ou longo, e protege contra água e umidades, porque 100% impermeável e resistente. Já o solado varia, de acordo com cada local de trabalho.
Botinas de Couro
Também em modelos de cano curto, médio e longo, são as mais confortáveis, e seu material, muito durável. Bom para trabalhos em canteiros secos, alvenarias e revestimentos.
Botas de Borracha
Os modelos de cano curto, médio e longo podem ter proteção contra queda de produtos, quando há chance de impacto no bico do pé e metatarsos. Nesse caso, usa-se o calçado com biqueira de aço ou composite, mais resistente.
Há também botas de borracha com proteção à penetração de objetos pontiagudos, que são os calçados com palmilha de aço ou que protege contra equipamentos de perfuração. Também é muito resistente e pode ser a melhor opção onde há animais como cobras e escorpiões.
Matéria normatizada
Calçados de segurança são regulados por normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e do Ministério do Trabalho e Emprego (TEM). São elas:
– ABNT NBR ISO 20344:2008 – Equipamentos de Proteção Individual – Métodos de ensaio para calçados;
– ABNT NBR ISO 20345:2008 – Equipamento de proteção individual – Calçado de segurança;
– ABNT NBR ISO 20346:2008 – Equipamento de proteção individual – Calçado de proteção;
– ABNT NBR ISO 20347:2008 – Equipamento de proteção individual – Calçado ocupacional;
– NR 6 (MTE) – Equipamento de proteção individual – EPI.

Compartilhe esta matéria

Mais lidas

Veja também