Votorantim Cimentos
Publicado em 28/03/2018Lean Construction: A redução de perdas nos processos construtivos
Metodologia Lean Construction pode reduzir, inclusive, tempo de final de obraCréditos: Shutterstock

Lean Construction: A redução de perdas nos processos construtivos

Entenda como a metodologia pode melhorar os processos dentro da obra, reduzir tempo e aumentar produtividade

Diminuição de desperdício, controle de estoque, programação de produtividade, alteração do fluxo de obra e aplicação do processo de diminuição de etapas dentro de obra. Essas são algumas das principais vantagens que a metodologia Lean Construction pode fornecer aos profissionais atuantes na área da construção.

Com início nos anos 1950 e conceitos desenvolvidos no pós-guerra do Japão, pela empresa Toyota, a aplicação do Lean se dá com o objetivo de reduzir perdas nos processos construtivos. Atualmente, a indústria é a que mais utiliza a metodologia de redução de perdas, porém sua aplicação poderia ser utilizada para a construção civil e traria bons resultados.

De acordo com Renato Vitti de Souza, coordenador de Desenvolvimento Técnico de Mercado da Votorantim Cimentos, no Brasil, ainda são raras as empresas de construção civil que aplicam a metodologia como um todo, e aquelas que aplicam o método acabam utilizando apenas alguns de seus conceitos. “A falta de planejamento dentro das construtoras não permite implantar. A construtora em si seria muito mais competitiva no mercado, teria diminuição de custos, aumento de qualidade, teria um maior controle dos processos”, afirma Souza.

Do aspecto do trabalhador da construção, ele teria ganhos consideráveis com a implantação, aumentando sua produtividade. Por exemplo, dentro do canteiro de obras, com a metodologia Lean aplicada, seria feito um estudo do local para saber onde os materiais deveriam ser recebidos e alocados para serem melhores dispostos ao trabalhador. “Em construtora que não é racional, uma simples areia fica longe do local onde a argamassa seria aplicada. Então, ela não conhece a logística do canteiro, por exemplo”, ressalta o coordenador de Desenvolvimento Técnico de Mercado da Votorantim Cimentos.

 

Desafio na aplicação

A questão cultural é uma forte barreira para a implantação no país. De acordo com Renato Vitti de Souza falta o mercado entender melhor a ferramenta e adquirir conhecimento, sendo uma alternativa viável o auxílio do meio acadêmico para sua divulgação e, consequente, implantação.

O trabalho Implementação de Práticas de Lean Construction em uma Obra Residencial em Goiânia – Estudo de Caso, elaborado como monografia de Rafael Crissóstomo de Pádua, em 2014, fornece detalhes de como pode ser feita uma aplicação da metodologia por toda uma obra e as vantagens que ela pode trazer, se feita de maneira correta.

 

11 princípios do Lean Construction

O Sebrae listou, com base nos conceitos do Lean Construction, os princípios da metodogia:

  • Reduzir as atividades que não agregam valores ao produto;
  • Aumentar o valor do produto, de acordo com as necessidades do cliente;
  • Redução da variabilidade dos produtos/entregas;
  • Redução no tempo de ciclo de produção;
  • Simplificar através da diminuição do número de passos ou partes de um processo;
  • Aumentar a flexibilidade do produto, tornando-o mais customizável;
  • Aumentar a transparência do processo;
  • Controlar o processo global, e não somente suas partes;
  • Introduzir a melhoria contínua no processo;
  • Balancear as melhorias entre o fluxo e as conversões;
  • Aplicar o benchmarking para estar sempre acompanhando as melhores práticas do setor.

 

Benefícios

  • Redução do tempo total de obra;
  • Redução de ciclo de etapa de obra;
  • Aumento de produtividade em canteiro;
  • Redução de desperdício de materiais;
  • Facilidade na gestão do processo que é prático e funcional.

 

Para otimizar o tempo de grandes obras, conheça o Sistema Matrix para preparo, transporte e aplicação de argamassa de grandes obras

Botão Site

 

Compartilhe esta matéria

Mais lidas

Veja também